Rift Core 2.0 é a aposta da Oculus para popularizar a realidade virtual

Por Redação | 07 de Dezembro de 2017 às 17h20

Entre as várias da tendência da tecnologia, duas chamam a atenção por serem consideradas a próxima onda da computação. A realidade virtual e a aumentada caminham para ocupar esse espaço, mas, antes, precisam superar alguns obstáculos.

Tanto a RA como a RV não conseguem se disseminar por um fator determinante: o preço ainda muito alto para equipar um PC com recursos adequados a essa tecnologia.

Há também o fato de que ainda é difícil encontrar aplicações práticas da VR, sem considerar opções relacionadas ao entretenimento, como games.

A Oculus pretende mudar esse jogo com a versão de Rift Core 2.0, software de realidade virtual que transforma o óculos em um computador pessoal.

Controle total e virtual

Depois de ter resolvido o problema de controle com o Oculus Touch, o software Rift Core 2.0 chega com uma nova interface do Dash que amplia as opções para o usuário.

Tal qual um filme de ficção, o usuário pode controlar programas como se estivesse em uma cena de Minority Report. O painel permite acessar aplicativos e navegar no browser como se a pessoa estivesse de frente a um PC. Neste caso, ela não precisa tirar o headset para a utilização do computador.

Além disso, o Rift Core 2.0 chega com uma boa integração com o Home, o assistente virtual doméstico do Google. Por meio do Oculus, será possível controlar todos os dispositivos e recurso da casa.

Fonte: Slashgear

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.