Microsoft mostra como HoloLens pode ser usado como tradutor instantâneo

Por Rafael Rodrigues da Silva | 21 de Julho de 2019 às 08h30

Como um aparelho de realidade mista, normalmente é difícil que as apresentações do HoloLens consigam "assombrar" aqueles que as assistem, pois a tecnologia é muito mais interessante para quem está usando do que para quem está apenas vendo. Mesmo asisim, durante o evento Inspire, a Microsoft finalmente conseguiu realizar uma demonstração do aparelho que deixou todos os presentes de queixo caído.

No palco do evento, Julia White, vice-presidente corporativa da Microsoft, utilizou o HoloLens para “conjurar” uma miniatura dela mesma, que logo depois assumiu o tamanho real da executiva e, utilizando a própria voz de White, falou com os presentes na apresentação em japonês, mesmo que essa não seja uma das línguas conhecidas pela executiva.

O holograma “tradutor” foi criado com a junção das tecnologias de realidade aumentada do HoloLens e de inteligência artificial do Azure. Além disso, ele combinou ferramentas de escaneamento em profundidade 3D e de tradução assistida por IA para não apenas criar uma cópia virtual perfeita da executiva, mas também capturar exemplos de sua voz e padrão de discurso. O resultado: um modelo que não apenas se parece, mas também soa como White falando em outra língua.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Ainda que, por enquanto, esse processo não seja algo que pode ser feito por qualquer pessoa e exige acesso a equipamentos profissionais para que tudo dê certo, especialistas acreditam que a tecnologia que permitiu isso com o HoloLens esteja presente nas próximas gerações de smartphones que surgirão ao longo da próxima década, permitindo que não apenas tenhamos um software de tradução instantânea (como já é feito hoje pelo Google Assistente, por exemplo), mas uma tradução instantânea que soe exatamente como nós mesmos falando outra língua. Outra possibilidade é que essa tecnologia nos permita aparecer em vídeos palestrando em línguas que não conhecemos.

Fonte: VentureBeat

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.