Robô inspeciona túnel do maior acelerador de partículas do mundo

Por Redação | 28 de Novembro de 2016 às 11h59

O Grande Colisor de Hádrons (LHC, da sigla em inglês) é o maior acelerador de partículas do mundo e localiza-se em um túnel de 27 km de circunferência a 175 metros abaixo do nível do solo. Para certificar-se de que tudo está funcionando bem nessa estrutura gigantesca, os humanos precisam de uma ajudinha high-tech, e é aí quem entra o TIM, um inspetor robô.

TIM é um acrônimo de Train Inspection Monorail (algo como Monotrilho de inspeção de trem, em tradução livre). Como o próprio nome indica, o TIM passeia pelos túneis do LHC em um monotrilho preso ao teto, graças a uma estrutura remanescente de quando o local abrigava o Grande Colisor de Elétrons e Pósitrons (LEP), entre 1989 e 2000.

Na época, o monotrilho era usado para transportar suprimentos e trabalhadores. O LEP foi desligado e desmontado em 2001, de modo a que o sua túnel poderia ser reutilizado para abrigar o LHC.

Agora, a estrutura é usada pelo TIM para monitorar a estrutura do túnel, a porcentagem de oxigênio e a temperatura, tudo em tempo real. O robô pode obter ainda imagens visuais e infravermelhas, além de puxar outros vagões destinados a executar outras tarefas mais específicas, se necessário.

Via The Verge

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.