Israelenses criam robô para combater o terrorismo

Por Redação | 19 de Maio de 2016 às 19h02

Inspirados pela raça canina Dogo Argentino, uma empresa de tecnologia de Israel criou um robô que promete auxiliar no combate ao terrorismo. O protótipo, batizado como Dogo, é um robô de exploração portátil capaz de desviar de obstáculos, subir escadas, e até mesmo efetuar disparos com uma Glock 9 mm e usar um spray de pimenta.

O pequeno tanque vem equipado com visão 360 graus e noturna, além de seu recurso que permite comunicação por áudio. As transmissões de voz têm como objetivo facilitar possíveis negociações entre o operador do Dogo com os alvos, antes que disparos sejam feitos. Vale lembrar que o caçador tem capacidade de se manter ativo por duas horas com uma única carga de bateria e, o mais importante, poderá ser operado por soldados após alguns minutos de treinamento.

Apesar de a ideia de equipar um robô com armas não seja exatamente nova, seu tamanho e peso reduzidos (12 kg) e sua versatilidade o tornam o primeiro robô de combate técnico da espécie. De acordo com seus desenvolvedores, da General Robotics, as funcionalidades do pequeno tanque são bastante próximas às características dos cães argentinos: "um caçador valente, treinado para proteger as pessoas."

Confira o protótipo em funcionamento.

Fonte: Geekologie

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.