Inteligência artificial chinesa vence humanos em teste de QI

Por Redação | 30.06.2015 às 08:17

E as máquinas dão mais um grande passo em direção à dominação mundial. Afinal, como não se assustar ao ver um computador vencendo humanos em um teste de QI? Pois foi exatamente isso o que aconteceu quando pesquisadores chineses decidiram pôr à prova uma inteligência artificial desenvolvida por eles.

O mais surpreendente disso é que o teste em questão diz respeito exatamente à parte oral. Nessa etapa, as pessoas sempre tiveram uma vantagem maior em relação aos computadores por saberem diferenciar significados e sentidos em diferentes contextos — algo que o Google Tradutor já provou que as máquinas não fazem muito bem. Contudo, desta vez, o resultado mostrou uma realidade bem fora do comum.

Segundo os pesquisadores, a nova IA se aproxima ainda mais do nível de inteligência humana — ainda que, na prática, eles tenham trapaceado, mesmo que de leve. E é isso que está dividindo opiniões sobre a validade do projeto. Isso porque o cientista responsável pelo projeto, Bin Gao, desenvolveu a IA especificamente para vencer esse teste.

Segundo o site Business Insider, o programa feito por Gao e sua equipe tentava adivinhar quais seriam as questões feitas durante o teste e, em seguida, usava um enorme banco de dados criado para identificar os diferentes significados das palavras e o modo como elas se relacionavam. Seguindo uma tecnologia semelhante à usada pelo Google em sua ferramenta de tradução, eles conseguiram fazer com que o computador incorporasse várias interpretações sobre um determinado vocábulo e os diferentes modos de usá-lo.

Com todo esse conhecimento, os pesquisadores realizaram a mesma prova com o computador e mais 200 outras pessoas de diferentes níveis de escolaridade — e a máquina obteve uma pontuação maior que a maioria dos indivíduos. Pouco mais de 30 pessoas, entre mestres e doutores, conseguiram obter uma pontuação superior à obtida pela inteligência artificial.

Por mais que a IA tenha sido feita exatamente para vencer esse teste, não há como negar que ele conseguiu ser melhor do que 85% das pessoas que se submeteram às mesmas questões. Não se trata apenas do que o computador fez, mas o que isso representa para o futuro. Já pensou em como o Google Tradutor — ou qualquer outro serviço do gênero — poderia se aproveitar disso?

Ainda assim, muita gente segue cética em relação a esse suposto avanço. Um cientista da Universidade de Illinois, nos Estados Unidos, diz que se trata apenas de um pequeno passo, mas ainda tem suas dúvidas em relação ao seu verdadeiro potencial.

Segundo Robert Sloan, o teste de QI realizado pelos cientistas era apenas um dos vários métodos de avaliação de inteligência e o fato da prova ser de múltipla escolha é a mais limitada delas e que nem se compara com outros formatos. Afinal, como o computador responderia a uma questão mais aberta e sem opções para ele basear sua resposta?

Sloan explica que essa diferença é essencial para que a IA consiga entender o que o usuário está falando a ponto de responder em um mesmo nível, criando um diálogo.

Via: Business Insider