Google estuda adotar botão de autodestruir para evitar rebelião da IA

Por Redação | 07 de Junho de 2016 às 08h21

Se você assistiu a qualquer um dos filmes da série O Exterminador do Futuro, sabe que a inteligência artificial pode ser assustadora. Com o avanço cada vez mais veloz da tecnologia, é de se pensar se as máquinas algum dia podem chegar ao nível de perigo tão divulgado em obras literárias e filmes. Para evitar que isso aconteça, o Google já tem um plano.

Um documento da gigante da internet revelado recentemente mostra o projeto de um interruptor capaz de desligar toda a inteligência artificial da empresa para evitar que ameaças (ou até uma revolta de máquinas) contra a humanidade aconteçam.

A ideia é que o botão funcione como um tipo de controle, que permitiria que os seres humanos tivessem domínio sobre máquinas tecnológicas que ficam cada vez mais autossuficientes. No documento, o botão tem como objetivo interromper uma possível "sequência nociva de ações". Além disso, danos para o usuário e o meio ambiente com a desativação da inteligência artificial também são explicitados.

Segundo os pesquisadores autores do projeto, a paralisação segura é uma forma de assumir o controle de um robô que se comporta mal e recolocá-lo em uma situação mais segura a fim de evitar que consequências irreversíveis aconteçam. O interruptor também poderia ser utilizado para ativar um determinado padrão de comportamento por parte do robô.

Por enquanto, não há nada confirmado, mas é provável que a ideia do botão de autodestruição permaneça na mente dos pesquisadores do Google.

Via: Google Discovery

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.