Efeito dominó: robô leva 1 dia para fazer mural do Super Mario com 100.000 peças

Efeito dominó: robô leva 1 dia para fazer mural do Super Mario com 100.000 peças

Por Gustavo Minari | Editado por Douglas Ciriaco | 30 de Julho de 2021 às 16h10
Reprodução/Baucom Robotics

Quanto tempo você levaria para montar um mural temático do Super Mario utilizando 100 mil peças de dominó? O ex-engenheiro da NASA e YouTuber Mark Rober desenvolveu um robô que consegue executar essa tarefa em 24 horas. Segundo o próprio criador, uma equipe composta por sete humanos gastaria uma semana para fazer a mesma coisa.

O “Dominator” consegue realizar essa proeza colocando 300 dominós de uma só vez. Ele utiliza um GPS para se localizar e alinhar as pecinhas corretamente sem derrubar nenhuma durante o processo. Uma câmera e um sistema de marcador também foram usados para melhorar o posicionamento entre as peças para que todas ficassem separadas com a mesma distância.

“A versão atual do Dominator é resultado de cinco anos de trabalho meu e de toda a equipe. Tivemos vários designs que foram testados e não deram certo. Ele não foi pensado para ter funções práticas, como executar tarefas domésticas ou entregar produtos. Nosso principal objetivo era ver até onde conseguiríamos chegar por diversão”, diz Rober.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

Habilidade programada

A habilidade para organizar 100 mil peças de forma ordenada em tão pouco tempo só foi possível graças a um código-fonte desenvolvido pela equipe com mais de 14 mil linhas escritas exclusivamente para o projeto. Com esse sistema, o robô consegue montar nove mil dominós em duas horas, dez vezes mais rápido do que um humano treinado para isso.

Um mecanismo separado de classificação, composto por um braço robótico e quase cinco quilômetros de pistas, utiliza uma série de correias para transportar os dominós conforme a cor de cada peça. O Dominator recebe as cargas com as cores pré-definidas e despeja 300 peças por vez com um tempo mínimo entre uma montagem e outra.

O corpo principal é construído a partir de uma estrutura com uma placa base de aço em que o sistema de acionamento é montado. A bandeja instalada na frente do robô armazena as peças divididas em grades. Já os funis impressos em 3D na parte superior são usados para permitir que os dominós se encaixem nessa grade com mais facilidade. Um contrapeso colocado na traseira garante que as rodas mantenham a tração no solo sem escorregar.

Diversão

Uma das partes mais satisfatórias do vídeo postado no canal de Mark Rober é observar as 100 mil peças de dominó serem derrubadas em um movimento friamente calculado pelos projetistas. Eles criaram dispositivos que lembram os canos verdes — que transportam Mario e Luigi pelas fases do jogo — acionados por um mecanismo sobre trilhos.

O casco de uma tartaruguinha Koopa Troopa foi colocado sobre o mecanismo para dar a sensação de que, assim como no game, o personagem estava pronto para “derrubar” os protagonistas ao comando dos criadores. Assim, o trabalho de anos de pesquisa e um dia inteiro de montagem veio abaixo em apenas alguns segundos.

“É uma alegria assistir a um projeto de anos de duração como este se concretizar e, embora este robô não seja um trabalhador braçal, que mudará o destino da raça humana, ele é, com certeza, o melhor montador de dominós que esse planeta já viu. Agora vamos em busca do próximo recorde”, comemora Mark Rober.

Fonte: Baucom Robotics

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.