Cheetah, o robô-guepardo do MIT, agora consegue correr e pular obstáculos

Por Redação | 01.06.2015 às 09:37
photo_camera Divulgação

Se os robôs e a inteligência artificial um dia podem culminar na ruína da humanidade, isso ainda não podemos dizer, mas, aos poucos, essas máquinas estão ficando cada vez mais espertas. E é exatamente esse o caso do Cheetah, um robô desenvolvido por pesquisadores do Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla inglês) que agora consegue saltar obstáculos automaticamente.

O robô é um projeto do Laboratório de Robótica Biométrica do MIT e agora está equipado com novos algoritmos que permitem a detecção instantânea de objetos na pista. Ao perceber que algo está em seu caminho, a máquina é capaz de pular até 40 centímetros de altura para continuar avançando. Isso graças ao LIDAR, um avançado sistema que faz com que o robô acione as patas dianteiras para impulsionar o corpo, enquanto as traseiras dão um empurrão a mais para finalizar o salto.

Segundo os pesquisadores da instituição, os algoritmos facilitam o trabalho de detecção de obstáculos, fazendo com que o robô estime a distância dele próprio para o objeto, determine sua altura e ajuste seu passo para efetuar um pulo perfeito ao se aproximar da barreira. Tudo isso está empregado na máquina, o que teoricamente faz dele um robô autônomo para realizar esse tipo de manobra.

"Um salto em movimento é um comportamento puramente dinâmico. É preciso administrar equilíbrio e energia e ser capaz de aguentar o impacto após o pouso. Nosso robô é especificamente desenvolvido para esses comportamentos altamente dinâmicos", afirma Sangbae Kim, professor assistente de engenharia mecânica do MIT. De acordo com Kim, esta é a primeira vez que um robô que se apoia em quatro patas consegue saltar por obstáculos de forma independente.

Esta não é a primeira vez que o Cheetah impressiona por sua agilidade e capacidade de adaptação ao ambiente. Em maio de 2013, o robô, que simula os movimentos de um guepardo (o animal mais rápido do planeta), bateu o recorde de velocidade estabelecido por Usain Bolt (9,58 segundos em 100 metros) em 2009. Também devido a um avançado conjunto de algoritmos, o robô consegue atingir velocidade máxima de 22 km/h e mudar o ritmo da corrida para não perder velocidade, assim como um guepardo de verdade.

O Cheetah também lembra o modelo de robô de corrida usado pela Boston Dynamics, empresa de robótica comprada pelo Google em dezembro de 2013. Batizado de Spot, a máquina pesa 72,5 kg e é movida por uma bateria elétrica. Ela também pode reconhecer o terreno em sua volta para facilitar a subida por escadas ou pequenos morros, além de ter um equilíbrio impressionante. Na época em que foi anunciado, em fevereiro deste ano, engenheiros da empresa chutaram o robô, que mesmo assim conseguiu se manter de pé e não se desestabilizar.

Veja abaixo um vídeo dessa demonstração:

Fonte: MIT