Robôs japoneses analisam e comentam seu hálito ou chulé

Por Redação | 07.05.2013 às 18:10

Os robôs estão cada dia mais populares, e já vimos muita coisa por aí: robô garçom, com banda de rock, policial, e até mesmo que sabe fazer malabares. Mas a novidade agora é que os robôs também podem realizar tarefas um tanto quanto desagradáveis para os humanos, como dizer a uma pessoa se ela está com mau hálito ou chulé.

Os japoneses da CrazyLabo e do Kitakyushu National College of Technology são os responsáveis por essa invenção. Na verdade, são dois tipos diferentes: um humanoide feminino e um robô-cão. De acordo com o Fareastgizmos, o primeiro é capaz de sentir quando uma pessoa respira próximo a seu rosto e analisar essa respiração, classificando por meio de comentários sarcásticos ou elogios, em uma escala de um a quatro, a qualidade de seu hálito.

Já o robô cão oferece uma experiência similar, mas foi projetado especificamente para o odor dos pés, e também vai reagir de quatro maneiras diferentes: quando os pés estiverem com um bom cheiro, ele se aninha no usuário, enquanto os mau cheirosos recebem um latido ou um rosnado, até que o 'nível hard' de chulé faz com que o cão perca a consciência e "desmaie".

Robô que sente cheiros