Vendas de softwares da BlackBerry mais que dobraram no último trimestre

Por Redação | 19 de Dezembro de 2015 às 14h05

A BlackBerry vem tentando se reerguer e, para isso, apostou no mercado de venda de softwares. A decisão pareceu acertada, tanto pelo fato de o setor de smartphones já estar dominado pelas rivais quanto pelos resultados: de acordo com o jornal New York Times, a fabricante canadense apresentou um aumento de 119% no último trimestre em relação ao período anterior.

Contudo, apesar do fôlego vindo de um lado, por outro, as coisas ainda não vão nada bem. Ainda de acordo com a publicação, a empresa apresentou perdas de US$ 89 milhões apenas entre setembro e novembro, o equivalente a US$ 0,17 por ação. Excluindo-se alguns ajustes de contas da companhia, o prejuízo foi de US$ 15 milhões, ou US$ 0,03 por ação. Apesar do resultado negativo, o panorama é melhor do que o esperado. Analistas acreditavam que as perdas girassem em torno de US$ 0,14 por ação.

Outra aposta para resgatar a BlackBerry do buraco é adotar o sistema Android — e o Priv, primeiro smartphone da BB com o sistema do Google, foi lançado em novembro. De acordo com o presidente da empresa, John S. Chen, o aparelho foi bem recebido pela crítica, o que, convenhamos, nem sempre significa um bom volume de vendas, especialmente para uma empresa que enfrenta problemas financeiros.

Os resultados aparentam melhora. A receita total da empresa durante o último trimestre foi de US$ 548 milhões, valor superior aos US$ 490 alcançados no período anterior. E o crescimento se concentrou majoritariamente no mercado norte-americano, responsável por pouco mais da metade das vendas. Já regiões como Oriente Médio, África e Europa apresentaram redução, caindo de US$ 366 milhões em 2014 para apenas US$ 194 milhões no mesmo período deste ano.

Fonte: New York Times

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.