Vendas de carros da Tesla têm queda pela primeira vez em dois anos

Por Wagner Wakka | 06 de Abril de 2019 às 08h30
DepositPhotos
Tudo sobre

Tesla

Saiba tudo sobre Tesla

Ver mais

Fazia dois anos que um relatório trimestral da Tesla não apresentava queda nas vendas. Isso mudou no começo deste ano. A empresa apresentou seus números nesta quinta-feira (4), com queda de 31% no número de carros vendidos em comparação com o final do ano passado.

Em comunicado, a montadora diz que foram vendidos 63 mil carros em todo mundo, dos quais 50,9 mil são Model 3. Apesar disso, a Tesla informa a seus acionistas que “tem dinheiro suficiente em caixa”. O relatório também aponta que o próximo trimestre deve ser “impactado negativamente”.

Em contrapartida, na comparação com o mesmo período do ano passado, a companhia mais que dobrou a venda de carros. Em relação ao início de 2018, houve aumento de 110% no número de entregas no trimestre.

Mesmo com números em queda para este começo de ano, a Tesla ainda mantém a meta entre 360 mil e 400 mil carros vendidos em 2019. Um dos motivos para a redução do número seria que a saturação de demanda do Model 3 nos Estados Unidos, o que faria com que a Tesla passasse a buscar fortalecimento em vendas internacionais.

Tesla Model 3, versão mais premium do carro da companhia (Foto: Diculgação/Canaltech)

Embora as vendas não tenham sido como esperado, a companhia segue em produção. Para o Model 3, a Tesla passou a ter uma produção acima das entregas, em 22%, mostrando que os problemas na fabricação enfrentados no ano passado podem ter ficado no passado.

A resposta da companhia para isso será investimentos na Europa e China. A Tesla está começando a entregar os veículos nessas duas regiões, mas conta com problemas de taxa no país asiático e questões logísticas para chegar com conforto ao continente europeu.

A expectativa é de que esses dois mercados apresentem melhoras nos próximos meses. Para exemplificar isso, a Tesla aponta que metade das entregas do trimestre foram feitas no final de março, os quais serão contabilizados apenas no relatório seguinte.

A companhia fechou o ano fiscal de 2018 vendendo 140 mil Model 3 na América do Norte. Em fevereiro deste ano, anunciou o Standard Range, uma versão mais em conta do Model 3, pelo preço de US$ 35 mil (cerca de R$ 135 mil). O carro também vai ter uma versão Plus, por R$ 37,5 mil (aproximadamente R$ 145 mil). A expectativa é de que isso possa abrir mais mercado nos Estados Unidos, já que a demanda por carros elétricos de alto padrão no país pode ter chegado ao seu limite.

Fonte: Tesla

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.