Receita da Huawei cresce 40% apenas no primeiro semestre

Por Redação | 25 de Julho de 2016 às 09h21
photo_camera Guardian

A chinesa Huawei informou nesta segunda-feira (25) que sua receita cresceu 40% no primeiro semestre. A margem operacional da empresa encolheu, visto que ela aumentou seus investimentos para o mercado de smartphones, o que lhe rendeu a terceira colocação no ranking de maiores fabricantes de telefones inteligentes do mundo, atrás apenas de Samsung e Apple. A Huawei espera continuar desafiando suas concorrentes não só na China, mas em mercados internacionais como Europa e Oriente Médio.

Além do mercado de smartphones, a chinesa atua com equipamentos de rede, setor que lhe rendeu bons resultados nos primeiros seis meses do ano. Com isso, a receita da empresa foi de US$ 36,67 bilhões, bem acima dos US$ 26,27 bilhões do ano passado. A margem operacional encolheu para 12%, em comparação aos 18% nos primeiros seis meses de 2015. A companhia não divulgou os números referentes ao lucro líquido.

"A redução modesta na margem operacional durante o período é principalmente resultado de um maior investimento para suportar o crescimento futuro", disse um porta-voz da Huawei. Ainda assim, a empresa cresceu a um ritmo mais rápido do que no ano passado, quando o crescimento foi de 30% em relação ao mesmo período de 2014. "Estamos confiantes de que a Huawei vai manter a sua dinâmica atual e completará o ano em uma posição financeira positiva apoiada por operações contínuas", disse a diretora financeira Sabrina Meng.

Os bons resultados são oriundos de uma demanda por upgrades de rede de operadoras de telecomunicações, visto que mais clientes estão utilizando redes sem fio de quarta geração. A Huawei também está tentando vender mais serviços e software para as operadoras que já instalaram estações-base e outros equipamentos de hardware. Tais esforços parecem estar dando bons resultados, visto que a receita da companhia continua a crescer, segundo analistas.

Já o negócio de smartphones da empresa está crescendo rapidamente nos últimos anos à medida que ela expande sua atuação nos mercados europeus, como Itália e Espanha, e no Oriente Médio, África e América Latina. No primeiro trimestre, as vendas de smartphones da Huawei cresceram 59%, para mais de 28 milhões de unidades, enquanto sua quota de mercado global aumentou de 5,4% para 8,3%, segundo uma pesquisa da Gartner. Atualmente, a Samsung tem 23% de participação de mercado, contra 15% da Apple. Para conseguir expandir sua fatia, a Huawei pretende investir no mercado norte-americano, onde atuou apenas de maneira online.

Via WSJ

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.