Prometendo investimentos, Oi registra prejuízo de R$ 3,3 bilhões

Por Rafael Arbulu | 27 de Março de 2019 às 14h36
Comunique-se
Tudo sobre

Oi

Saiba tudo sobre Oi

Ver mais

A operadora Oi segue com rendimentos abaixo do esperado, segundo balanço divulgado pela empresa em relação ao quarto trimestre de 2018. Pelas informações passadas, a Oi, entre outubro e dezembro, registrou prejuízo líquido de R$ 3,359 bilhões para seus acionistas — 65,7% maior do que a mesma época no ano anterior. Em 2017, a perda era de R$ 2,253 bilhões.

Avaliando a receita líquida, a queda de 11,7% no segmento residencial, 8% no segmento B2B (corporativo) e 3,1% em mobilidade pessoal (planos de dados para smartphones), registrou-se uma redução total de 7,9%.

Oi segue operando em prejuízo, segundo balanço divulgado na noite do dia 26

O balanço divulgado na noite de terça-feira, 26, também sinaliza investimentos permeados ao longo do ano de 2019. Serão aproximadamente R$ 7 bilhões direcionados a aprimoramento de cobertura de seus planos de dados. Em 2018, a empresa registrou investimentos aproximados de RS 6,1 bilhões (um acréscimo de 7,5% em relação ao ano anterior), no intuito de amplificar sua cobertura de banda larga de alta velocidade e cobertura móvel 4G e 4,5G

“A comparação anual ainda está parcialmente impactada pelo reajuste de tarifas ocorrido no terceiro trimestre, com reflexo nos segmentos residencial, mobilidade pessoal e pequenas empresas”, ustificou a empresa.

Em 2017, a Oi entrou com pedido de recuperação judicial após registrar uma dívida de R$ 54,62 bilhões. Após a aprovação do pedido e remanejamento de débitos, a recuperação judicial, homologada em fevereiro de 2018, reduziu esse valor para R$ 16,45 bilhões.

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.