Nubank fecha primeiro semestre com lucros maiores que o total de 2016

Por Redação | 30 de Agosto de 2017 às 13h00

O Nubank apresentou nesta quarta-feira (30) seus resultados financeiros do primeiro semestre de 2017, com uma receita maior do que o total obtido ao longo de todo o ano passado. No relatório financeiro, a companhia apresentou um faturamento total de R$ 236,8 milhões, um aumento de 167,5% em relação ao período anterior.

Números positivos estão espalhados por toda a divulgação feita pela fintech. O resultado líquido teve melhora de 36%, com um prejuízo operacional de R$ 39 milhões nos primeiros seis meses de 2017. No final do ano passado, as perdas eram de R$ 122 milhões, uma mostra de que os esforços de contenção de custos e despesas operacionais estão dando certo, na mesma medida em que a receita, em si, está crescendo.

De acordo com o Nubank, a empresa cresce a uma taxa média de 10% ao mês. Em suas divulgações oficiais, ela evita falar no momento em que vai deixar de operar no vermelho, mas os resultados apontam que esse dia pode estar bem próximo, com uma expansão na base de clientes e também um aumento no portfólio de linhas de crédito recebíveis.

O faturamento oriundo das operações de cartões, por exemplo, teve um aumento de 53% em relação ao que foi divulgado em dezembro de 2016, chegando a R$ 2,15 bilhões. Ao mesmo tempo, os gastos com a operação da companhia caíram 65%, um resultado que trouxe sorrisos aos rostos dos executivos.

Gabriel Silva, CFO do Nubank, apontou a eficiência e maturação dos clientes como um dos principais alavancadores do resultado. Segundo ele, a evolução dos resultados é fruto de uma diluição do custo inicial de entrada de cada um deles na base de usuários dos cartões da fintech. À medida em que os plásticos vão sendo utilizados, a curva de receita vai aumentando cada vez mais, gerando os números extremamente positivos.

Vale a pena citar, também, a notícia recente de que a Goldman Sachs, um dos principais bancos de investimentos do mundo, aumentou a linha de crédito do Nubank para R$ 455 milhões, o que permite que a operação da companhia continue a pleno vapor.

Um dos pioneiros em serviços financeiros totalmente digitais no Brasil, o Nubank tem como seu principal negócio sua linha de cartões de crédito, com bandeira Mastercard. Sem anuidade e com operação feita totalmente a partir de aplicativos, a empresa está se aproximando do primeiro milhão de clientes, de acordo com os números de abril deste ano. Além disso, há algumas semanas a fintech lançou seu programa de recompensas, que deve contribuir para as receitas futuras.

Fonte: Nubank

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.