Netflix vê queda de 11% em ações no 2º trimestre, investidores seguem confiantes

Por Natalie Rosa | 18 de Julho de 2019 às 15h00
Reprodução
Tudo sobre

Netflix

Saiba tudo sobre Netflix

Ver mais

Analistas de Wall Street divulgaram nesta quinta-feira (18) os resultados financeiros da Netflix no segundo trimestre deste ano, mostrando que houve queda de ações em 11% no início do pregão. O resultado mostra investidores preocupados e aponta para possíveis problemas na empresa.

Segundo informações da Reuters, seis corretoras cortaram suas metas de preço pela metade para refletir na queda de ações, mas sem desacreditar da companhia, que ainda é vista como um negócio de alto potencial de crescimento.

A expectativa de Wall Street era que a Netflix adquirisse 4,8 milhões de novos assinantes na plataforma, mas conquistou apenas 2,83 milhões. Segundo informações da corretora Cowen & Co, a companhia já obteve menos do que o esperado em número de assinantes três vezes dentro do intervalo dos últimos quatro anos.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.
Imagem: Reprodução

"Os resultados do segundo trimestre destacam a importância de uma forte lista de conteúdo e, ao menos, levanta a questão de saber se a Netflix precisa agir de forma mais restrita quando ao aumento de preços", dizem analistas da RBC Capital Markets.

O terceiro trimestre da Netflix começa com o lançamento de novas temporadas de séries populares, como Stranger Things, The Crown e Orange is The New Black, além da chegada do esperado filme O Irlandês, de Martin Scorsese. Analistas da Credit Suisse enviaram uma nota aos clientes com este argumento, sugerindo que o trimestre atual deve trazer uma melhoria dos resultados.

Para o terceiro trimestre, a Netflix prevê um ganho de 7 milhões de assinantes globalmente.

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.