Microsoft está feliz da vida com seus resultados de Cloud

Por Redação | 20 de Outubro de 2016 às 20h22

A Microsoft e seus investidores têm um ótimo motivo para comemorar: hoje a gigante anunciou seus resultados trimestrais e revelou que as margens brutas de seus serviços para negócios na nuvem chegaram a 49% — representando uma alta de 7% em relação ao trimestre anterior. O indicador foca nas principais plataformas corporativas de cloud da companhia: Azure, Office 365 e Dynamics.

Antes, a Microsoft liberava os resultados de tempos em tempos e esporadicamente, mas agora passa a ter o compromisso trimestral de divulgação de seus números em relação à computação na nuvem. Isso vem como resultado de uma série de exigências dos investidores da companhia, que pediam mais transparência no assunto e, principalmente, nas receitas. Aliás, o próprio CEO Satya Nadella vinha comentando bastante o forte crescimento da empresa na área.

A gigante do software, aliás, já tinha fama de ocultar alguns resultados de suas plataformas de cloud, revelando informações a respeito de usuários, receita, uso e margens de lucro apenas para alguns de seus serviços.

Com o crescimento das margens brutas a olhos vistos, é possível afirmar que elas estão alinhadas com as previsões feitas pela CFO Amy Hood há alguns meses. Isso sinaliza que todo o dinheiro que a empresa investiu está sendo empregado em data centers, trazendo um bom retorno. Sendo assim, a companhia pode seguir confiante no mercado de cloud, pois uma coisa é certa: quanto melhores as margens brutas, mais felizes ficam os investidores.

Via Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.