Memórias impulsionam lucro operacional da Samsung em 2017

Por Redação | 31 de Janeiro de 2018 às 15h45
photo_camera Reprodução
TUDO SOBRE

Samsung

A Samsung anunciou, nesta quarta-feira (31), os resultados financeiros do quarto trimestre de 2017 e os números fechados do ano passado. Os lucros foram impulsionados pelo segmento de memórias da sul-coreana, que brilhou no último ano fiscal. 

O receita consolidada do quarto trimestre ficou em KRW 65,98 trilhões (cerca de US$ 62 bilhões), um crescimento de 23,7% em relação ao mesmo período de 2016, enquanto o lucro operacional alcançou KRW 15,15 trilhões (US$ 14,25 bilhões), representando alta de 64,3%.

Já o lucro líquido cresceu 72,9% e passou a KRW 12,2 trilhões (US$ 11,5 bilhões).

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

No resultado total de 2017, a receita da Samsung chegou a KRW 239,58 trilhões (US$ 225 bilhões), significando crescimento de 18,6%, e o lucro operacional foi de KRW 53,65 trilhões (US$ 50,5 bilhões), uma alta de 83,4%.

Os ganhos do quarto trimestre foram impulsionados pelo negócio de componentes, com a maior contribuição do braço da empresa que produz memórias DRAM e NAND. O período registrou aumento nos pedidos do componente para servidores e armazenamento móvel. Foram KRW 10,90 trilhões de lucro operacional (US$ 10,2 bilhões), alta de 120% em relação ao mesmo período de 2016, para uma receita de KRW 21,1 trilhões (US$ 19,8 bilhões), crescimento de 42%. 

Telas e mobile

Em relação ao negócio de telas, a Samsung registrou alta nas encomendas de displays OLED, voltadas para celulares topo de linha. Entretanto, a queda nas telas em LCD acabou diminuindo o resultado. Em números, esse negócio gerou receitas de KRW 11,18 trilhões (US$ 10,5 bilhões) e lucro operacional de KRW 1,41 trilhão (US$ 1,3 bilhão), crescimento de 50% e 5%, respectivamente.

Já a divisão de comunicação móvel e TI registrou lucros operacionais de KRW 2,42 trilhões (US$ 2,28 bilhões) e receita consolidada de KRW 25,47 trilhões (US$ 23, 9 bilhões) no quarto trimestre. Houve redução na encomenda de smartphones, e o resultado foi prejudicado pelo aumento nos custos de comercialização. Em comparação ao quarto trimestre, houve queda de 3,2% no lucro e alta de 7,8% na receita.

Olhando para 2018

A empresa sul-coreana espera manter a alta demanda de memória no primeiro trimestre de 2018, tradicionalmente um período mais fraco para as vendas. Encomendas de produtos do sistema LSI e sensores de imagens para smartphones devem contribuir para essa expectativa positiva.

Além disso, a Samsung espera que seu negócio de dispositivos móveis cresça no primeiro semestre de 2018, motivado pelo lançamento do Galaxy S9, previsto para o fim de fevereiro.

Fonte: Samsung

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.