Lucro trimestral da Amazon atinge a marca de US$ 2 bilhões pela primeira vez

Por Patrícia Gnipper | 26 de Julho de 2018 às 22h20
Tudo sobre

Amazon

A Amazon anunciou nesta quinta-feira (26) seus resultados financeiros quanto ao segundo trimestre de 2018, e os números são impressionantes: a empresa de Jeff Bezos lucrou, no período, nada menos do que US$ 2 bilhões. No mesmo período do ano passado, o faturamento foi de US$ 197 milhões.

Este é o terceiro trimestre consecutivo em que a Amazon supera 1 bilhão de dólares em lucro, mostrando que a gigante varejista está indo de vento em popa ao fazer investimentos acertados em novas lojas e ofertas de conteúdos próprios.

Já ao avaliar as vendas da Amazon, o crescimento neste índice ficou abaixo do esperado. As vendas da companhia atingiram US$ 52,9 bilhões no trimestre em questão, o que representa um aumento de 39% em relação ao mesmo período do ano anterior — contudo, ligeiramente abaixo das estimativas de especialistas de Wall Street.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Atualmente, o principal gerador de lucros para a Amazon é seu serviço de computação em nuvem, o Amazon Web Services. Somente esta divisão registrou mais de US$ 6 bi em vendas no período, mantendo-se firme na disputa pelo mercado com a Microsoft e a Google. Quanto aos serviços de publicidade da gigante, essa divisão atingiu quase US$ 2,2 bi em vendas no segundo trimestre do ano, com um aumento de 132% em comparação com o ano passado.

Com isso, as ações da Amazon tiveram alta de 3% logo após o anúncio dos resultados financeiros positivos. No início de julho, o valor de mercado da companhia superou, pela primeira vez, os US$ 900 bilhões, com a Amazon à beira de se tornar a primeira empresa pública que vale um trilhão de dólares.

Amazon x Apple x Alphabet

Nessa disputa para ver quem se torna a primeira empresa a valer um trilhão, sendo, portanto, a empresa mais valiosa do mundo, também está a Apple e a Alphabet. Recentemente, analistas do mercado apontaram a Maçã como melhor candidata para atingir este marco histórico, mas com os resultados animadores da Amazon, investidores estão divididos.

Em uma pesquisa feita pela CNBC com quase 100 investidores, vemos que quase 70% dos entrevistados acreditam que a Amazon será a primeira a atingir o valor de mercado de US$ 1 trilhão, enquanto apenas 15% votaram pela Apple. Esses investidores provavelmente basearam suas escolhas no crescimento das ações de ambas as companhias até o momento, sendo que a Amazon cresceu em 56% até então neste ano, enquanto a Apple cresceu 14% e a Alphabet 19%.

Atualmente, a Amazon vale US$ 900 bilhões no mercado, com a Apple valendo US$ 949 bi e a Alphabet vale US$ 870 bilhões.

Fonte: CNN, 9to5Mac

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.