Lucro da SAP cai, mas software na nuvem tem forte expansão no trimestre

Por Redação | 23 de Abril de 2015 às 12h47

A empresa alemã que desenvolve soluções em softwares corporativos, SAP, divulgou um relatório nesta semana que mostra que a companhia registrou um lucro líquido consolidado de 413 milhões de euros no primeiro trimestre de 2015, seguindo o padrão contábil internacional IFRS, o que representa uma queda de 23% ante o mesmo período do ano passado, quando conseguiu 534 milhões de euros.

A queda é expressiva mesmo com aumento nas receitas que, por sua vez, obtiveram um crescimento de 22% entre janeiro e março, passando de 3,69 bilhões de euros no primeiro trimestre de 2014 para 4,49 bilhões de euros neste ano. O bom desempenho nas receitas da empresa é devido à forte expansão da oferta de softwares na nuvem que conseguiram bater o recorde da companhia. Os programas em cloud computing passaram de 219 milhões de euros em receitas para 503 milhões de euros, crescimento expressivo de 129% na comparação trimestral anual.

No EMEA (Europa, Oriente Médio e África) a SAP conseguiu um ótimo desempenho, tanto no modelo tradicional de venda de licenças quanto na oferta de software na nuvem. A receita com ofertas na nuvem foi excepcional, com crescimento de 114%, impulsionada por uma forte demanda no Reino Unido. Já na Rússia e Ucrânia, o ambiente macroeconômico e político continuou a afetar os negócios da SAP. No entanto, as receitas com licenças de software na Alemanha cresceram 13%.

As receitas com suporte na região Ásia-Pacífico mais o Japão obtiveram um crescimento de 137%, impulsionadas por um trimestre bastante expressivo na Índia.

Já nas Américas, as assinaturas de nuvem aumentaram 136%, levando em conta também as receitas com suporte. Tal número foi conquistado pelo forte crescimento no mercado norte-americano. No Brasil, onde a empresa tem forte presença em softwares de gestão empresarial, houve uma recuperação, com o crescimento de dois dígitos das receitas com licença de software.

Com os números, a SAP confirma sua liderança global no mercado de soluções de negócios colaborativas e multiempresas. Atualmente, o principal produto da companhia, que emprega mais de 56 mil pessoas, é o sistema integrado de gestão empresarial, também conhecido como SAP ERP.

Fonte: http://convergecom.com.br/tiinside/22/04/2015/lucro-da-sap-cai-23-no-1o-trimestre-mas-receita-cresce-impulsionada-por-forte-expansao-de-assinantes-de-software-na-nuvem/#.VTjsa5N0f9N

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.