IBM tem aumento no lucro e no valor das ações graças à nuvem

Por Felipe Ribeiro | 18 de Julho de 2019 às 08h48
Divulgação
Tudo sobre

IBM

Saiba tudo sobre IBM

Ver mais

A IBM superou as expectativas dos analistas de lucro no segundo trimestre do atual ano fiscal. Em balanço divulgado nesta quarta-feira (17), a empresa mostrou que seu crescimento foi sustentado principalmente por seu negócio de cloud computing. O resultado positivo acabou por elevar as ações da corporação em até 4% em negociações estendidas.

A Armonk, empresa da IBM, completou a fusão dos serviços na nuvem com a Red Hat na semana passada, depois de anos enfrentando quedas de receita enquanto transferia o foco desse tipo de serviço para empresas estabelecidas como servidores de mainframe. E isso, claro, ajudou no crescimento dos lucros.

A receita da unidade de nuvem cresceu 5%, para US$ 19,50 bilhões (R$ 73,3 milhões) nos últimos 12 meses.

Participe do nosso Grupo de Cupons e Descontos no Whatsapp e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A receita do segmento de software de nuvem e cognitivo, que inclui análise, segurança cibernética e inteligência artificial, cresceu 3,2%, para US$ 5,65 bilhões (R$ 21,2 bilhões), superando as estimativas de US$ 5,49 bilhões (R$ 20,6 bilhões) da Refinitiv IBES.

O lucro líquido da empresa subiu para US$ 2,50 bilhões (R$ 9,4 bilhões), ou US$ 2,81 (R$ 10,5) por ação. Em uma base ajustada, a empresa ganhou US$ 3,17 (R$ 11,9) por ação.

Lucro subiu, mas a receita caiu

A receita total da IBM caiu 4,2%, para US$ 19,16 bilhões (R$ 72 bilhões). O diretor financeiro da empresa, James Kavanaugh, disse que esse declínio pode ser atribuído à fraqueza nos negócios herdados da venda de hardware.

"Estamos no final do nosso ciclo de produtos de hardware, que tem sido um dos programas mais bem-sucedidos até hoje, em um período bastante longo", disse Kavanaugh em entrevista à Reuters.

A IBM, que produz mais de 60% de sua receita fora dos Estados Unidos, disse que um dólar mais forte diminiu parte da receita para menos de US$ 500 milhões (R$ 1,8 bilhão).

Fonte: Reuters

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.