IBM registra recorde de 5 anos com receitas trimestrais em queda

Por Redação | 19.07.2017 às 09:52
photo_camera Divulgação

Os resultados anunciados pela IBM na última terça-feira (18) revelaram o recorde de 20 trimestres seguidos de queda em sua receita trimestral. Ou seja, a companhia vem observando seus rendimentos caindo há cinco anos corridos no período. O anúncio também reportou uma margem bruta menor do que o registrado no mesmo período do ano passado, o que causou uma baixa de até 5,5% das ações do “after market”, sendo que, o mesmo período de 2016, elas haviam crescido 11%.

Ginni Rometty, presidente executiva da IBM, vem investindo em áreas de maior crescimento e tentando deslocar a empresa do mercado de produtos, como computadores e softwares. Ainda que a executiva tenha lançado unidades para cortar custos e fazer aquisições relevantes, os produtos legados ainda pesam no resultado. No período considerado, os investidores da companhia aguardaram o ponto de inflexão em que as áreas mais novas compensariam os declínios antigos.

No primeiro trimestre de 2017, a receita de empresa caiu 2,8% em comparação com o mesmo período do ano passado, registrando US$ 18,2 bilhões. Essa queda foi maior do que o declínio de 1,3% observado no trimestre anterior, sendo que os analistas esperavam US$ 18,4 bilhões, em média.

Além do segmento de produtos, o de plataformas de serviços de tecnologia e nuvem da IBM também teve queda em suas receitas, que diminuíram pela primeira vez nos três trimestres, por conta de contratos que deveriam ter sido assinados nos três primeiros meses do ano, mas acabaram não acontecendo.

Contudo, a companhia deve atingir US$ 40 bilhões em vendas nos novos negócios de crescimento em 2018, o que inclui produtos e serviços relacionados à nuvem, analytics, segurança e tecnologias móveis.

Fonte: Reuters