Huawei registra crescimento de 44% nas vendas de smartphones em 2015

Por Redação | 01 de Abril de 2016 às 10h45
Tudo sobre

Huawei

Em sua teleconferência nesta sexta-feira (1º), a Huawei divulgou ótimos números referentes ao ano de 2015. A companhia chinesa de equipamentos de telecomunicações e eletrônicos de consumo registrou uma receita anual de US$ 61,1 bilhões em 2015, o que representa um crescimento de 37% ano-a-ano. Este é o maior crescimento de receita anual da empresa nos últimos sete anos. O crescimento expressivo foi impulsionado principalmente pelo excelente desempenho do negócio de smartphones da companhia.

A receita do negócio de eletrônicos de consumo aumentou 73% no ano passado, mesmo com a forte concorrência de empresas como Xiaomi, Meizu e Lenovo. A fabricante teria conseguido quebrar a barreira dos 100 milhões de smartphones vendidos no ano passado, o que representa um aumento de 44% em relação a 2014. Já o lucro líquido para o ano de 2015 foi de US$ 5,71 bilhões, um aumento de 32% em relação ao registrado no ano anterior.

No mercado de telecomunicações, a chinesa conseguiu um crescimento de 21,4% devido a forte demanda de equipamentos 4G após a expansão da tecnologia na China. O negócio corporativo, baseado em redes privadas para empresas e organizações, também obteve um desempenho muito bom: as receitas registraram um aumento de 43,8% em relação a 2014.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A Huawei continua otimista com a taxa de crescimento para 2016. A expectativa é que as receitas para este ano fiquem em torno de US$ 75 bilhões, o que corresponderia a um aumento de 23% em relação aos números de 2015. Para Guo Ping, CEO da companhia, o crescimento "é um resultado direto do foco estratégico e investimento pesado nos principais negócios" da marca. Cerca de 15% das receitas brutas da asiática no ano passado foram investidos em pesquisa e desenvolvimento.

Fonte: GSMArena

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.