EA tem aumento gigantesco de lucro com serviços e mudança de IPs

Por Wagner Wakka | 01 de Agosto de 2019 às 09h18
Felipe Felix
Tudo sobre

EA

Saiba tudo sobre EA

Ver mais

A Electronic Arts (EA) revelou nesta terça-feira (30) o seu relatório financeiro referente ao primeiro trimestre do atual ano fiscal, que para a empresa iniciou em em abril. O documento mostra que o setor de serviços foi o grande propulsor de receita da empresa no período.

O resultado foi de receita de US$ 1,2 bilhão, com aumento em relação aos US$ 1,1 bilhão arrecadados no mesmo período do ano passado. A maior parte da receita vem de vendas digitais, incluindo assinaturas e conteúdos extras, representando US$ 1,04 bilhão do total. Em mídia física, a companhia teve receita de US$ 160 milhões.

O número mais impressionante, contudo, é o do lucro líquido. A empresa apontou US$ 1,42 bilhão em lucro, contra o US$ 293 milhões do ano passado. A movimentação vem de dois fatores principais, de acordo com o relatório.

Principais resultados da empresa (Foto: Divulgação/EA)

O primeiro é a movimentação de suas propriedades intelectuais para o escritório da Suíça. Somente isso já garantiu à EA uma redução considerável em taxas, permitindo maior lucro, embora a receita não tenha sido assim tão maior.

Outro fator é o aumento da receita relacionada ao setor chamado de “live services”. Esta parcela é relativa a ganhos da companhia com microtransações dentro de seus jogos e serviços de assinaturas, como o EA Access, agora também disponível para PlayStation 4.

No total, o setor de serviços apresentou, sozinho, US$, 504 milhões em lucro líquido no trimestre e US$ 2,481 bilhões nos últimos 12 meses. O setor também está em franco crescimento, mantendo alta de 12% no trimestre. Dentro do segmento de vendas digitais, houve diminuição nas vendas de jogos (menos 22%) e no setor mobile (menos 17%). Assim, a Electronic Arts só fechou o período de poucos lançamentos por conta de serviços de assinatura.

Maior parcelda de receita da EA com digital vem de serviços (Foto: Divulgação/EA)

A empresa aponta como destaque do trimestre o lançamento da segunda temporada de Apex Legends, além do aumento de 55% de downloads com a chegada da expansão de The Sim 4. Outro dado é que FIFA Ultimate Team, chamado também de FUT, teve mais de três milhões de jogadores diários durante o evento Team of Season realizado pela empresa.

O relatório completo está disponível no site da EA.

Fonte: EA

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.