Baidu apresenta alta nas receitas, mas lucro cai no primeiro trimestre

Por Redação | 01.05.2015 às 09:51
photo_camera Divulgação

O buscador chinês Baidu anunciou seus resultados financeiros para o primeiro trimestre deste ano e os números não foram muito animadores. Embora a empresa asiática tenha conseguido fazer sua receita saltar mais de um terço devido ao forte uso da plataforma de busca em smartphones, o lucro para os três primeiros meses do ano apresentou queda.

A receita para o trimestre que terminou em 31 de março foi de US$ 2,053 bilhões, um aumento de 34% em relação ao mesmo período do ano passado. Já o lucro líquido do Baidu chegou a US$ 395 milhões, uma queda de 3,4% no comparativo ano a ano. Mesmo assim, este número superou as expectativas para um lucro líquido de US$ 383 milhões, de acordo com a análise de 13 especialistas compiladas pela Bloomberg News.

O setor móvel é o principal responsável por impulsionar os números da empresa. A receita móvel respondeu pela metade do dinheiro captado pelo Baidu neste primeiro trimestre, segundo afirmou a empresa em um comunicado nesta quarta-feira (29). "O setor mobile agora tem atingido 50% da linha superior, passando a ser o principal motor de crescimento da receita", disse o presidente executivo Robin Li numa conferência após a divulgação dos relatórios.

"Nós vemos muito mais crescimento à frente de nossa plataforma de marketing móvel", disse ele, acrescentando que o segmento de buscas foi "muito robusto" no primeiro trimestre.

O Baidu também está ampliando sua atuação em outros serviços. A empresa está trabalhando com serviços ligados a reserva de alimentos e reserva de bilhetes de cinema. No ano passado, a companhia também realizou um bom investimento no aplicativo de carona Uber.

A companhia previu um aumento de 36,5% a 39,7% na receita no segundo trimestre. "Os fundamentos do nosso negócio são muito fortes e as oportunidades de crescimento pela frente são vastas", afirmou a diretora financeira do Baidu, Jennifer Li.

A maior parte da receita do Baidu está ligada a anúncios servidos juntamente com os resultados de buscas realizadas em seu site. Sendo assim, a empresa tem como prioridade otimizar suas ofertas para smartphones e tablets para incentivar os chineses a utilizarem ainda mais os serviços móveis da empresa.

Há cerca de um ano e meio a companhia chinesa iniciou suas operações no Brasil, lançando seus primeiros produtos adaptados para o mercado nacional. Na época, quando a empresa reuniu a imprensa para oficializar o início da atuação no mercado brasileiro, aplicativos para Android, um browser e alguns utilitários foram lançados especialmente para os brasileiros.

Fonte: Business Insider

Fonte: http://www.businessinsider.com/afp-china-search-engine-baidu-reports-slip-in-q1-profit-2015-4