Apple supera expectativas e vende 61,1 milhões de iPhones no primeiro trimestre

Por Joyce Macedo | 27 de Abril de 2015 às 18h24
photo_camera Divulgação

A Apple finalmente divulgou seus resultados financeiros referentes ao segundo trimestre fiscal de 2015, encerrado no dia 28 de março. O anúncio foi marcado pelas fortes vendas de smartphones e computadores.

A empresa vendeu um total de 61,1 milhões de unidades de iPhones, 12,6 milhões de iPads e 4,5 milhões de Macs em todo o mundo durante o período, tornando este o segundo maior trimestre de vendas de iPhones e Macs – e receita global – da sua história. As vendas internacionais foram responsáveis por 69% da receita do trimestre.

"Estamos contentes pela força contínua do iPhone, do Mac e da App Store, que nos levaram ao nosso melhor resultado da história num trimestre de março. Estamos observando uma taxa crescente de pessoas migrando para o iPhone em relação a ciclos anteriores, e estamos iniciando o trimestre de junho muito bem com o lançamento do Apple Watch", declarou o CEO Tim Cook.

Todas essas vendas se converteram em US$ 58 bilhões de receita durante o trimeste, com lucro líquido de US$ 13,6 bilhões (US$ 2,33 por ação). No mesmo período do ano fiscal anterior, a empresa atingiu a marca de US$ 45,6 bilhões de receita e lucro líquido de US$ 10,2 bilhões (US$ 1,66 por ação).

O primeiro trimestre de 2015 foi marcado pelo maior lucro corporativo de todos os tempos, e nem mesmo a própria Apple poderia prever isso. "A alta demanda de consumidores por nossos produtos e serviços no trimestre de março levou o crescimento da receita a 27%, e o crescimento de ações diluídas a 40%", disse o diretor financeiro (CFO) da empresa, Luca Maestri.

As expectativas estavam elevadas para os resultados da Apple no trimestre, mas a empresa conseguiu superá-los. Um consenso entre diversos analistas apontava para uma média de US$ 2,21 por ação no período, e US$ 56,850 milhões em receita.

Desde o início da manhã de hoje, o mercado estava agitado devido à espera do anúncio dos resultados financeiros da Apple. As ações da companhia subiram cerca de 2%, o equivalente a cerca de US$ 2,64 po ação, ficando um pouco abaixo de US$ 133.

Fonte: Apple
Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.