AMD lucra US$ 69 milhões no segundo trimestre de 2016

Por Redação | 22 de Julho de 2016 às 13h10

A AMD divulgou seu resultado financeiro para o segundo trimestre fiscal, compreendido entre abril e junho de 2016. A companhia ficou no azul em US$ 69 milhões, com arrecadação de US$ 1,03 bilhão (9% a mais em relação ao mesmo período do ano passado) no balanço reportado. Isso apesar do prejuízo operacional de US$ 8 milhões.

No balanço ajustado, porém, os resultados foram de US$ 3 milhões de lucro operacional e prejuízo líquido de US$ 40 milhões. Apesar de não parecer muito bom, são números muito melhores que os reportados no ano passado.

O segmento de computação e gráficos, que inclui as CPUs, APUs e GPUs, teve arrecadação de US$ 435 milhões, melhor que os US$ 379 milhões do segundo trimestre do ano passado, mas sofreu um prejuízo de US$ 81 milhões. Processadores para notebooks e de gráficos, como o RX 480, impediram de o rombo ser maior.

Para o futuro, uma das esperanças são os núcleos Zen. Os primeiros processadores para servidores com essa tecnologia estão previstos para o primeiro trimestre de 2017 e os chips para desktop estão programados para antes desta data.

Já no setor de corporativo, embarcados e de semicustomizados, as vendas foram de US$ 592 milhões, uma alta de 5% sobre o ano passado. No entanto, os lucros operacionais foram proporcionalmente maiores e passaram de US$ 27 milhões para US$ 84 milhões no trimestre entre abril e junho. O bom resultado se deve basicamente a uma saída maior dos chips usados no Xbox One e no PlayStation 4. A demanda desses semicustomizados está garantida, já que a Microsoft anunciou o Xbox One S e o Xbox Scorpio, enquanto a Sony trabalha na versão incrementada do PlayStation 4, que supostamente tem o codinome Neo.

Para o trimestre que vem, a AMD espera um aumento de 18% nas vendas em relação ao período de abril a junho.

Fonte: AMD

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.