Alphabet divulga lucro trimestral com queda por conta de multa da União Europeia

Por Redação | 24.07.2017 às 18:59
photo_camera Divulgação

Nesta segunda (24), a Alphabet divulgou seus lucros do segundo trimestre de 2017, e o total de US$ 3,5 bilhões foi abaixo do esperado, já que a companhia precisou pagar uma multa antitruste de US$ 2,74 bi à Comissão Europeia. A receita da empresa que controla o Google subiu, ainda assim, 21% em relação ao mesmo período de 2016.

Segundo Ruth Porat, diretora financeira da Alphabet, a companhia está fazendo “investimentos focados em novos fluxos de receitas” a fim de amenizar o impacto da multa europeia. Com a divulgação dos resultados, as ações da companhia caíram cerca de 2,9% nas negociações do dia. As dificuldades regulatórias que a Alphabet tem enfrentado no território europeu preocupam os investidores, já que a maior parte da receita da empresa, que é proveniente de anúncios do Google, é reinvestida em outras frentes da companhia, como a dos carros autônomos, por exemplo.

Em meio a este cenário, Google e União Europeia se preparam para travar uma batalha sem previsão de término, uma vez que os ambiciosos planos de expansão da gigante da internet encontrarão a “pedra no sapato” na Europa. No episódio mais recente, a justiça de Bruxelas impôs a multa bilionária ao Google por entender que a empresa estava favorecendo seus resultados no buscador, sendo que, em toda a Europa, o Google domina 90% deste mercado.

Sendo assim, a UE acusa o Google de estar favorecendo a si mesma em detrimento de outros serviços que realizam buscas e comparação de preços de produtos. Além disso, o continente europeu também vem analisando o Google Adsense e o Android para garantir que a mesma prática não esteja acontecendo com esses outros serviços da gigante.