Airbnb anuncia atualizações e planos de abrir capital em 2020

Por Nathan Vieira | 20 de Setembro de 2019 às 10h12
Divulgação
Tudo sobre

Airbnb

Saiba tudo sobre Airbnb

Ver mais

Nesta quarta-feira (18), o Airbnb anunciou que pretende abrir capital em 2020, embora não tenha especificado se isso vai acontecer no primeiro semestre ou no segundo semestre do ano em questão. Também não está claro se a companhia apresentou documentos confidenciais à Comissão de Valores Mobiliários para uma oferta pública inicial.

A empresa aproveitou o anúncio para também tornar público seus resultados financeiros mais recentes, além de comentar algumas atualizações que serão implantadas para os usuários e anfitriões. De acordo com a empresa, os anfitriões do site ganharam mais de US$ 80 bilhões (R$ 331 bilhões) compartilhando suas casas e espaços na plataforma. No segundo trimestre de 2019, o Airbnb reconheceu mais de US$ 1 bilhão (R$ 4 bilhões) em receita, sendo este o segundo trimestre em que a receita da companhia ultrapassou os US$ 1 bilhão.

Airbnb fornece serviços de hospedagens e experiências turísticas

A partir do próximo domingo (22), o Airbnb vai lançar uma campanha de marketing multimilionária para promover a hospedagem nos Estados Unidos. Os anúncios serão veiculados na TV e também em canais digitais, até 17 de novembro. Além dessa novidade, a empresa também trouxe alguns dados, como os 8,2 milhões de check-ins de hóspedes de Nova York, Los Angeles, São Francisco, Chicago e Seattle entre 1º de julho de 2018 e 1º de julho de 2019, ou a existência de mais de 40 mil experiências turísticas espalhadas em mais de mil cidades ao redor do mundo. Em certas cidades, como Seattle, Sydney e São Paulo, mais de 15% de todas as reservas foram feitas por usuários das próprias cidades.

A empresa também revelou que desde 1º de junho de 2019 coletou mais de US$ 1,6 bilhão (R$ 6,6 bilhões) em impostos em todo o mundo. "À medida que nossa comunidade cresce, nossos negócios prosperam. Daqui para frente, continuaremos a fornecer atualizações adicionais em relação ao nosso trabalho para atender todos — nossos anfitriões, convidados, as comunidades em que operamos e nossos funcionários e acionistas — nas próximas semanas e meses", finaliza a empresa.

Fonte:  Airbnb NewsroomTech Crunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.