TIM lucra R$ 385,6 milhões no segundo trimestre e supera expectativas

Por Redação | 31 de Julho de 2013 às 16h00

A TIM registrou um lucro líquido de R$ 385,6 milhões no segundo trimestre de 2013, uma alta anual de 12% que superou as expectativas dos analistas. A estimativa anterior era de lucro líquido de R$ 337,4 milhões.

O aumento das receitas e a diminuição das perdas decorrentes da variação cambial foram os principais fatores que ajudaram no aumento das receitas da empresa de telefonia. As perdas da TIM com a variação cambial caíram consideráveis 97,7% em relação ao segundo trimestre do ano passado, enquanto sua base total de assinantes subiu 4,8% no período – perante um crescimento total de mercado de apenas 3,8%.

"Apesar de um cenário macroeconômico mais difícil e o impacto previsto da nova redução das taxas de interconexão (VU-M), é possível ver que a operação tem demonstrado muito boa resiliência", disse o presidente Rodrigo Abreu no relatório de resultados apresentado na última terça-feira (30).

O lucro líquido orgânico da companhia entre os meses de abril e junho deste ano foi de R$ 405,8 milhões, uma alta de 17,9% na comparação ano a ano. A receita líquida total da empresa foi de R$ 4,9 bilhões, um aumento equivalente a 8,7%. Os custos operacionais também subiram para R$ 3,7 bilhões, 11,2% na comparação anual.

A receita bruta de interconexão (receita proveniente do uso da rede por outras operadoras) caiu 5,7% em relação ao mesmo período do ano passado, chegando a R$ 894 milhões. A TIM coloca a culpa na grande concorrência entre operadoras sobre as receitas provenientes dos serviços de mensagem de texto.

"Neste trimestre as receitas de interconexão foram negativamente impactadas por um efeito não recorrente relacionado a disputas contínuas com outras operadoras sobre receitas entrantes de SMS", disse a empresa por meio de comunicado.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.