Pela primeira vez, Apple fica abaixo dos 30% no mercado de tablets

Por Redação | 31 de Outubro de 2013 às 15h22

A decisão da Apple de mudar a data do lançamento do novo iPad mais para o final do ano parece ter abalado a sua posição em relação aos concorrentes no mercado de tablets.

De acordo com os últimos dados da IDC, sem as vendas do novo iPad, a fatia da Apple no mercado mundial caiu para a menor pontuação de todas no terceiro trimestre fiscal de 2013. A empresa de pesquisas afirma que foram enviados 14,1 milhões de unidades de iPads nesse período, menos de 1% acima do ano passado. Porém, em 2012 a Apple tinha 40,6% do mercado, esse ano essa fatia caiu para 29,6%.

O lento crescimento do iPad nesse período permitiu um grande crescimento do mercado de tablets com Android. Samsung, Asus, Lenovo e Acer tiveram um grande crescimento na quantidade de envios e do mercado, com a Samsung – a principal concorrente da Apple – enviando 9,7 milhões de tablets e alcançando 20,4% do mercado, um ganho de 123% em relação aos 12,4% do mesmo período no ano passado.

Quadro IDC Tablet 2013

Essa é uma queda infeliz para a Apple, mas talvez não seja tão preocupante assim. Com o lançamento do novo iPad Air, previsto para esta sexta-feira (1/11) e o novo iPad mini com tela de Retina, marcado para ser lançado no final de novembro, a Apple certamente voltará a crescer no mercado de tablets nesse trimestre. E as vendas de fim de ano, com certeza, irão amplificar isso.

"Com dois modelos de iPads mini com preços a partir de U$ 299 e U$ 399, e dois modelos de iPads convencionais com preços a partir de U$ 399 e U$ 499, a Apple está caminhando para aparecer em múltiplos segmentos", disse Jitesh Ubrani, analista da IDC.

A pesquisa feita pela IDC mostra um crescimento contínuo em relação ao mercado de tablets como um todo, apesar de não tão acentuado como nos anos anteriores. Foram enviados 47,6 milhões de tablets nesse terceiro trimestre do ano, 36,7% a mais que no mesmo período do ano passado. Um crescimento significante, óbvio, mas não tanto quanto os 60% de crescimento do segundo trimestre.

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.