EMC tem receita recorde no segundo trimestre de 2014, aponta relatório

Por Redação | 25.07.2014 às 14:20

A multinacional norte-americana especialista em soluções de infraestrutura, software e serviços EMC divulgou nesta quinta-feira (24) seus resultados financeiros referentes ao segundo trimestre deste ano. O balanço, segundo a empresa, foi extremamente positivo, já que bateu o recorde do segundo trimestre com US$ 5,9 bilhões e registrou um aumento de 5% em relação ao mesmo período do ano passado.

O relatório financeiro revelou que a empresa gerou um fluxo de caixa operacional de US$ 1,3 bilhão no período e atingiu a marca de US$ 930 milhões em fluxo de caixa livre. As marcas são 2% e 10% superiores que o mesmo período do ano anterior, respectivamente. Além disso, a EMC encerrou o período com US$ 14,6 bilhões em caixa e investimentos, readquiriu aproximadamente US$ 600 milhões de suas ações ordinárias e retornou cerca de US$ 200 milhões aos acionistas através de dividendos trimestrais.

Com os resultados positivos, a norte-americana pretende continuar seus planos de retornar aos acionistas mais de US$ 7 bilhões ao longo de 2013 e 2014. Para alcançar esse objetivo, a diretoria aprovou a aceleração do plano de recompra de ações em 2014, que saltou dos US$ 2 bilhões para US$ 3 bilhões.

Para o presidente e CEO da EMC, Joe Tucci, os resultados positivos são frutos da antecipação da empresa ao que ele chamou de "guinada profundamente transformadora e conturbada" que está levando o mercado a um ritmo de mudança acelerado. "A EMC detectou isso bem cedo, pôs em ação a estratégia correta e a está executando muito bem", declarou o executivo. "Novos clientes estão chegando à EMC e os atuais estão investindo mais pesadamente devido a nossos recursos expandidos na EMC Information Infrastructure, na VMware e na Pivotal".

David Goulden, CEO da EMC Information Infrastructure e CFO da EMC, por outro lado, acredita que o momento é bom e oportuno para o crescimento. "Estamos no limiar de uma oportunidade de expansão e continuamos confiantes em relação ao resto do ano, como evidenciado pela aceleração do programa de recompra. Temos uma estratégia muito bem recebida pelos clientes", declarou o chefe de finanças da corporação.

Daqui para frente, a EMC espera que sua receita consolidada em 2014 atinja a marca de US$ 24,5 bilhões, que o caixa líquido consolidado gerado pelas atividades operacionais seja de US$ 7,2 bilhões e que o fluxo de caixa livre seja de pelo menos US$ 5,8 bilhões.

Leia mais sobre a EMC: