Apesar de receita maior, NET e Embratel relatam prejuízos no Q3 2014

Por Redação | 24 de Outubro de 2014 às 16h15

As empresas do grupo América Móvil no Brasil, NET e Embratel, não registraram bons resultados no terceiro trimestre do ano fiscal de 2014 que se encerrou em setembro. Os relatórios foram informados nesta quinta-feira (24) por ambas as companhias.

A Embratel, que oferece serviços de dados para o mercado corporativo, teve um prejuízo de R$ 379,4 milhões no terceiro trimestre, frente a um resultado positivo de R$ 26,6 millhões apresentado no mesmo período do ano passado. O resultado financeiro apresentado foi negativo em R$ 538,7 milhões, frente a resultado negativo de R$ 201,3 milhões registrado no mesmo período do ano passado.

Já em relação ao Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização), o valor registrado foi de R$ 1,48 bilhão, uma alta de 12,2% na comparação anual. A receita líquida apresentou um crescimento de 10,7% em relação ao ano anterior, registrando R$ 5,94 bilhões.

De acordo com a Embratel, as receitas foram impulsionadas pelo crescimento de 13,5% de comunicação de dados e 15,2% da TV paga.

Em julho deste ano, a ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações) aprovou a operação de reestruturação societária para consolidação das estruturas e atividades da Embrapar e suas controladas Embratel, NET e Claro em uma única sociedade. Segundo a empresa, a implementação desta operação incluirá a incorporação da Embrapar, da Embratel e da NET pela Claro.

Em relação a NET, a operadora de banda larga e TV por assinatura informou que obteve um prejuízo de R$ 44,8 milhões no terceiro trimestre deste ano. No mesmo período do ano passado a companhia apresentou um resultado positivo de R$ 45,5 milhões.

De acordo com a NET, o resultado foi afetado por dois fatores: a desvalorização do real em relação ao dólar e os efeitos da adesão ao Programa de Recuperação Fiscal (Refis) no trimestre.

Já a receita líquida subiu 21%, para R$ 2,98 bilhões, oriundo do avanço da base de assinantes. O Ebitda foi de R$ 889 milhões, um crescimento de 31,3% ano a ano.

Fonte: http://exame.abril.com.br/negocios/noticias/embratel-e-net-da-america-movil-tem-prejuizo-no-3o-tri/

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.