Youtuber que deu Oreo com creme dental a mendigo pagará indenização de € 20 mil

Por Thaís Augusto | 01 de Junho de 2019 às 16h25
Reprodução

Em 2017, o youtuber do canal ReSet publicou um vídeo onde enganava um mendigo ao oferecê-lo bolachas da Oreo recheadas de pasta de dente. Com a repercussão do episódio, o rapaz foi banido do YouTube e, dois anos depois, condenado a 15 meses de prisão.

O youtuber chinês Kanghua Ren, de 21 anos, era acusado de crime contra a integridade moral. Apesar da sentença, ele não será preso porque não tem antecedentes criminais. Na decisão, o juiz classificou as ações de Kanghua como "um ato claro e inequívoco de conteúdo vexatório" e que o creme dental que o sem-teto comeu causou "sofrimento físico" — depois que comeu as bolachas, o mendigo vomitou.

Em uma entrevista ao jornal El Pais, o sem-teto de 52 anos chamado Gheorge L. da Romênia disse que "nunca foi tratado tão mal enquanto morador de rua". Agora, Ren será obrigada a pagar € 20 mil (cerca de R$ 88 mil) para a vítima como forma de compensação.

Youtuber chinês do canal ReSet é condenado a pagar € 20 mil a morador de rua humilhado

Durante o julgamento, Ren declarou que tudo não passava de uma brincadeira e que sua intenção "não era ofender". Ele também disse que abandonou a escola se dedicar ao YouTube porque seu canal era popular e acumulava 120 milhões de visualizações.

Ren chegou a dizer ao promotor do caso que era um "rapaz sério" e que o episódio estava sendo seguido muito "ao pé da letra da lei".

De acordo com documentos judiciais obtidos pelo El Pais, Ren lucrou US$ 2.475 em publicidade com a "brincadeira". No vídeo de 2017, o youtuber está em Barcelona e a gravação começa com ele retirando o recheio do Oreo e enchendo-os com pasta de dente.

Youtuber grava momento em que troca recheio do Oreo por pasta de dente

Em seguida, as bolachas são reembaladas e Ren entrega uma nota de € 20 ao morador de rua junto com os biscoitos recheados. Enquanto Gheorge come as bolachas, Ren comenta: "Talvez eu tenha ido um pouco longe, mas pelo lado positivo ele vai limpar os dentes. Acho que ele não os limpa desde que ficou pobre".

O youtuber voltou a visitar Gheorge outras duas vezes. Na primeira, ele diz para a câmera: "As pessoas exageram sobre piadas com mendigos. Se a brincadeira fosse com uma pessoa normal, elas não diriam nada". Na terceira visita, Ren está acompanhado com um amigo. Eles dizem que planejam passar a noite com Gheorge, mas que os planos haviam sido interrompidos porque uma testemunha chamou a polícia.

Além do pagamento, a justiça espanhola também ordenou que Ren apague seu canal do YouTube, que estava apenas temporariamente bloqueado pela plataforma. Ele também fica proibido de criar novos vídeos pelos próximos cinco anos.

Fonte: El PaisNewsweek

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.