Videochamadas gratuitas no Facebook Messenger chegam ao Brasil

Por Redação | 08.05.2015 às 07:48
photo_camera Divulgação

No início da semana passada, o Facebook Messenger ganhou uma função para concorrer diretamente com serviços como Viber e Skype: a possibilidade de fazer videochamadas gratuitas em tempo real com seus amigos que utilizam o app. Até então, a novidade estava disponível apenas para quem mora nos Estados Unidos, mas a função acaba de ser liberada para usuários brasileiros.

Além de enviar mensagens de texto, emoticons, arquivos, fazer chamadas telefônicas e até transferir dinheiro, o Messenger agora permite conversar em vídeo de graça - desde que você esteja em uma rede Wi-Fi, claro. Para iniciar uma videochamada, basta procurar pelo ícone de câmera no topo da tela, logo ao lado do nome do contato. Obviamente, a outra pessoa também precisa estar online para que o vídeo seja completado com sucesso - toda vez que o ícone estiver na cor azul escura é porque aquele contato está online.

Outra característica é que a plataforma do Facebook não faz distinção do sistema operacional que você ou seus amigos estão utilizando. Isso significa que se o seu aparelho for Android e o da outra pessoa for iOS, por exemplo, não haverá restrição e ambos podem conversar sem problemas. O mesmo vale para dispositivos Windows Phone.

"O Messenger já oferece às pessoas a capacidade de fazer chamadas de voz para entes queridos em todo o mundo. A chamada de vídeo vai expandir a comunicação em tempo real do Messenger, permitindo que os mais de 600 milhões de usuários mensais possam alcançar outras pessoas onde quer que elas estejam, de qualquer lugar. É rápido, confiável e de alta qualidade", disse a empresa em comunicado na última semana, quando lançou o serviço.

O recurso também está disponível nos seguintes países: Bélgica, Canadá, Croácia, Dinamarca, França, Grécia, Irlanda, Laos, Lituânia, México, Nigéria, Noruega, Omã, Polônia, Portugal, Reino Unido e Uruguai.

Em nossos testes, as videochamadas até que funcionaram bem, mesmo com poucos segundos de atraso entre o vídeo e a fala do usuário no outro lado do telefone. Para saber melhor como é o funcionamento das conversas em vídeo, assista ao clipe abaixo: