Usuário consegue publicar mensagem no Twitter com 35 mil caracteres

Por Redação | 06 de Novembro de 2017 às 09h52
TUDO SOBRE

Twitter

Se você achava que o recém-anunciado aumento do limite de caracteres do Twitter para 280 era demais, pense novamente. Durante o final de semana, Tim Rasett, um usuário alemão da plataforma, disse ter encontrado um bug no sistema e conseguiu publicar uma mensagem com nada menos do que 35 mil toques.

O texto começava com os dizeres, em alemão, que ele e um amigo, identificado como Hackney e que, em seu perfil, diz ter 15 anos de idade, teriam encontrado uma série de bugs na plataforma. A publicação gigantesca seria apenas um deles, sendo formada de uma série incompreensível de letras sem espaço, que tomavam toda a tela.

Reprodução da mensagem original, com parte dos 35 mil caracteres publicados.

O maior incômodo veio com os usuários que compartilharam a publicação. De acordo com os relatos, ela não causava travamentos em computadores ou dispositivos móveis, mas quebrava completamente a navegação, dificultando bastante a vida de quem queria acompanhar as mensagens anteriores ao momento em que um de seus contatos deu RT na mensagem gigante.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Justamente por isso a publicação foi deletada pelo próprio Twitter, que também aplicou um banimento temporário à conta de Rasett. A empresa não se pronunciou sobre o assunto, mas a suspensão provavelmente tem a ver com os termos de uso da plataforma, que impede sua utilização de maneira maliciosa ou que burle as regras.

Não se sabe ao certo, também, como a dupla conseguiu realizar o feito, apesar de outros usuários já terem encontrado um link, com final .cc, em meio aos caracteres incompreensíveis. O total de toques em uma URL costuma ser contado pela rede social normalmente, assim como textos comuns, mas uma das hipóteses é a utilização de encurtadores que possam ter seu comportamento alterado.

Rasett e Hackney também não explicaram como a mensagem foi publicada, mas disseram que esse é “apenas o começo” de uma campanha que está sendo realizada para a localização de bugs no Twitter. O responsável também afirmou que a rede social é “fácil” de ser quebrada, dando a entender que mais atos do tipo estão por vir.

Só para que você tenha uma noção do tamanho do problema, este texto sobre o caso possui pouco mais de 2.700 caracteres. A mensagem original, com os 35 mil toques, foi armazenada pela Wayback Machine, um sistema de catalogação automática de páginas online que costuma ser muito útil em casos assim.

Felizmente, como dito, a gigantesca publicação não causava problemas, ao contrário do que já aconteceu no passado, por exemplo, com as “mensagens da morte”, uma sequência de caracteres capazes de travar celulares. O bug, que acontecia principalmente no iOS, deu dor de cabeça para os usuários de iPhone, podendo ser compartilhado também pelo WhatsApp. No caso da descoberta de Rasett, entretanto, o único afetado seria a barra de rolagem dos dispositivos.

Fonte: Wayback Machine, Tim Rasett (Twitter), Hackney (Twitter)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.