Usuária do Tinder perde voo após “ótimo encontro” e é reembolsada pelo app

Por Redação | 08.08.2017 às 09:21

Uma história inusitada foi protagonizada por Erin Kim, uma americana que mora em Nova York. Ela viu as despesas decorrentes de seu atraso para um voo em Roma, na Itália, completamente pagas pelo Tinder depois de ter perdido a viagem devido a um ótimo encontro. O “date” foi obtido pelo aplicativo, bastante usado por ela durante sua passagem pela Europa.

Em um post publicado no site Digital Culturist, Kim conta que o Tinder foi um grande aliado não apenas para ajudá-la a superar o término recente de um namoro, mas também para que ela não ficasse sozinha durante sua viagem ao Velho Continente. Um desses encontros, entretanto, foi tão bom que fez com que ela perdesse o voo, tendo de pagar US$ 400 em taxas para remarcação.

Mas, vida que segue, e após retornar, Kim escreveu sobre sua experiência, com o intuito de mostrar que a experiência com o Tinder nem sempre é fútil e vazia. Para ela, os encontros proporcionados pelo aplicativo fizeram muito bem à sua autoestima, principalmente quando ela recebeu um match de um modelo, alguém que, “no mundo real”, ela jamais pensaria estar interessado nela.

E foi aí que veio a surpresa. Ao ler o relato, o Tinder entrou em contato com a usuária e a ressarciu pelos US$ 400. Junto com o dinheiro, veio um agradecimento pelas palavras e elogios por ter “pensado fora da caixa” e dar uma chance ao desconhecido. “Agora, quando o mundo parece um pouco fechado, você nos mostrou que ele pode se abrir com um pequeno ato. Como um arraste para a direita”, conclui a carta da companhia, fazendo menção ao movimento de “curtida” no aplicativo.

Ainda em seu texto, Kim fala sobre o poder empoderador do Tinder e como ele fez com que ela se sentisse destemida. Toda a história aconteceu entre 2015 e 2016, e além de encontros casuais, levou a um relacionamento de um ano e meio, mesmo que à distância, que a usuária definiu como uma das melhores experiências de sua vida.

Recentemente, o Tinder também fez acontecer a história de um casal que se conheceu pelo aplicativo, mas, três anos depois, ainda não haviam se encontrado. O primeiro encontro foi patrocinado pelo app e aconteceu no Havaí, nos Estados Unidos.

Fonte: Digital Culturist