Twitter vai demitir 8% do seu quadro de funcionários

Por Redação | 13.10.2015 às 11:54

Os rumores de que o novo CEO permanente do Twitter, Jack Dorsey, iria cortar alguns postos de trabalho na empresa foram confirmados. A rede social anunciou que vai demitir 336 funcionários, o que equivale a 8% do seu quadro total de funcionários.

Dorsey argumenta que o movimento é necessário para agilizar seus processos e colocar em prática seu roteiro simplificado, onde o Twitter planeja concentrar seus esforços em menos recursos, porém com maior impacto, como o Moments. A maior parte dos cortes vai afetar a divisão de engenharia, uma vez que a companhia acredita que um grupo "menor e mais ágil" será mais eficaz.

Este tipo de redução ainda não havia sido vista no Twitter, mas a decisão não será vista como um grande choque de gestão como o causado pela saída do ex-CEO Dick Costolo e a nomeação de Dorsey. Enquanto Costolo mais do que duplicou a quantidade de funcionários do Twitter nos últimos dois anos, Dorsey já havia falado sobre uma mudança de foco meses antes de assumir o cargo permanente de CEO.

Para o executivo, a estratégia de "voltar para o básico" é necessária, uma vez que o Twitter está vendo suas finanças melhorarem, mas não está conseguindo atrair uma quantidade razoável de novos usuários. Esse ritmo lento de adesão à rede de microblogging gerou uma preocupação de que a plataforma esteja perdendo o seu senso de direção e até mesmo sua força.

Por mais triste que pareçam os novos cortes de emprego na rede social, pode ser que esta seja realmente a melhor saída para colocar as coisas no eixo.

Via Mashable