Twitter testa sistema que facilita identificar quem criou uma thread primeiro

Por Felipe Demartini | 24 de Janeiro de 2019 às 14h00
Divulgação
Tudo sobre

Twitter

Saiba tudo sobre Twitter

Ver mais

Alguns usuários do Twitter no Android e iOS começaram a ver uma tag aparecendo ao lado dos criadores originais de threads na rede social. O novo recurso, que de acordo com a empresa está disponível para um pequeno número de utilizadores e somente nas versões mobile da plataforma, chega para adicionar mais contexto e facilitar a identificação das origens de uma conversa já em andamento. Usuários brasileiros também têm acesso à novidade.

A pequena tag, com os dizeres “tuiteiro original”, em uma tradução livre, é mostrada sempre que o responsável pelo início de uma discussão voltar a aparecer nela para responder contatos. Seria uma forma de facilitar a localização da origem do papo e, principalmente no caso de celebridades ou pessoas públicas, evitar fraudes, com perfis falsos ou que tentam simular os originais sendo distinguidos daqueles efetivamente legítimos.

De acordo com Sara Haider, diretora de gerenciamento de produtos do Twitter, a ideia é adicionar profundidade às discussões que acontecem na plataforma. “O propósito é servir à conversa pública. Como parte desse trabalho, estamos avaliando como trazer mais contexto às discussões ao destacar respostas relevantes — como por exemplo as dadas pelo autor do Tweet inicial”, afirmou ela, em comunicado emitido à imprensa.

Os detalhes do experimento são desconhecidos. Não se sabe se apenas usuários verificados no Twitter poderão receber a tag ou se ela estará disponível para todos. Além disso, não existe uma previsão de aplicação do sistema para todos os usuários, apesar de sua liberação pública (mesmo que para um número limitado de pessoas) indicar que ela já está funcionando e pode ser liberada de forma generalizada a qualquer momento.

O recurso também faria parte de um grande retrabalho que vem sendo feito pelo Twitter, em prol de melhorias na usabilidade. Entre as mudanças que estão sendo testadas pela companhia estão cores que diferenciem usuários que participam de uma thread e o uso do algoritmo para organizar as respostas que sejam mais relevantes a um tópico. Tudo para, segundo a companhia, aumentar o nível das conversas na rede social e evitar, novamente, as citadas fraudes.

As threads se tornaram um recurso bastante usado pelos usuários do Twitter para trazer mais informação sobre assuntos ou levar a discussão adiante a partir de diversas postagens em sequências. Elas se aproveitam de um recurso não tão recente assim, que permite aos usuários adicionarem novas mensagens às publicações originais, e inclusive deram origem a uma brincadeira recente entre os brasileiros, na qual cada curtida motivava a postagem de uma curiosidade sobre um assunto de preferência do criador.

Fonte: TechCrunch

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.