Twitter testa no Brasil agregador com as notícias mais relevantes do dia

Por Redação | 26 de Agosto de 2015 às 12h43
photo_camera Divulgação

Uma novidade até então disponível apenas para usuários do Twitter no Japão, Índia e Estados Unidos agora está sendo testada no Brasil. Trata-se do News, um agregador de notícias que, como o próprio nome já diz, vincula as notícias mais relevantes do dia na timeline do internauta, de acordo com os tweets acessados por ele.

A função chega primeiro em aparelhos móveis equipados com sistemas operacionais Android e iOS. Por meio de uma nova aba, será possível acessar os links de matérias, textos e artigos mais importantes engajados do momento. Para dar mais dinamismo ao recurso, essa mesma lista será atualizada no decorrer do dia.

"Sabemos que muitos de nossos usuários acessam o Twitter para acompanhar notícias em primeira mão. Com o News, o acesso aos conteúdos que mais interessam fica mais fácil e rápido", destacou o gerente de produtos para mercados internacionais do Twitter, o brasileiro Rafael Dahis. Segundo o executivo, notícias são o objetivo de 60% dos cadastrados na rede social no Brasil.

Desde a última terça-feira (25), foram escolhidos aleatoriamente cerca de 20% dos usuários brasileiros no microblog para testar a nova aba de notícias na versão do Twitter para smartphones e tablets. Ao clicar em qualquer uma das matérias listadas na relação de assuntos mais relevantes do dia, o internauta poderá ler um breve resumo do texto para só depois decidir se vai acessá-lo na íntegra em um navegador próprio do aplicativo.

Além disso, o usuário poderá visualizar como os vários veículos de comunicação estão reportando o fato e acompanhar comentários de outras pessoas na rede social sobre aquele assunto. "Nessa primeira versão, o app leva em conta o que está mais popular. No futuro, vai permitir que os usuários personalizem o que será mostrado de acordo com seus interesses", explicou Dahis.

Esta não é a primeira inclusão significativa feita pelo Twitter que deve impactar a forma como os usuários acessam a rede social, atualmente com mais de 300 milhões de cadastrados no mundo todo. Entre as principais funções estão as buscas por todo o histórico de tweets disponível na plataforma, um programa de treinamento para marcas e agências e o fim do limite de 14 caracteres para o envio de mensagens diretas (DMs).

Fontes: Twitter, G1, Folha de São Paulo

Leia também:

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!