Twitter teria desativado perfis de Anonymous envolvidos na chamada 'OpISIS'

Por Redação | 07.03.2016 às 16:03

O grupo de hacktivistas Anonymous acusou o Twitter de derrubar de forma equivocada uma série de contas de membros do grupo que estão envolvidos na chamada OpISIS, uma ação conjunta de vários participantes a fim de causar ataques virtuais ao grupo terrorista Estado Islâmico. Os perfis teriam sido suspensos em uma onda de remoções feitas pelo Twitter que suspendeu mais de 125 mil contas acusadas de “promover ou ameaçar a realização de atos terroristas principalmente relacionados ao Estado Islâmico”, conforme publicou a rede social em seu blog oficial no último sábado (5).

Porém, o grupo de hackers garante que uma quantia considerável de contas de seus membros envolvidos na #OpISIS também foi apagada. Os ativistas eram responsáveis por auxiliar na descoberta de apoiadores e recrutadores online do grupo terrorista atuando na plataforma de microblog. A partir disso, vários perfis ligados aos Anonymous publicaram no próprio Twitter mensagens informando que alguns de seus colegas haviam sido suspensos sem qualquer aviso prévio ou razão aparente.

A comunidade de apoiadores dos hackers respondeu às mensagens dos Anonymous, fazendo algum barulho na web nos últimos dias. Isso fez com que o Twitter fosse rápido em reativar a maioria das contas. O que é positivo, afinal há estudos que comprovam a eficiência da ação dos hackers na redução da presença e de apoiadores dos terroristas na plataforma.

Sobrou para mais gente

Acredita-se que, além dos hackers, outras pessoas comuns, além de ativistas, acadêmicos e jornalistas que não têm ligação com o Estado Islâmico tenham sido removidas. Não há informações sobre se tais perfis já foram reativados ou ainda permanecem suspensos.

Fonte: The Stack