Twitter substitui emoji de arma por uma pistola de água

Por Felipe Demartini | 12 de Abril de 2018 às 13h25
Tudo sobre

Twitter

O Twitter é a mais nova plataforma a substituir seu emoji de arma de fogo por uma pistola de água. A medida, aplicada em uma atualização na lista de emoticons liberada nesta semana, segue os passos de outras grandes empresas do mercado de tecnologia e é mais uma forma de tentar combater o abuso e o discurso de ódio na internet.

A mudança é aplicada automaticamente, na forma como a rede social lê os emojis, e deve ser vista por todos os usuários do Twitter, não importando se eles acessam a rede social por meio do celular, tablets, aplicativos ou na interface web. Em todos os casos, a tradicional figura de um revólver é trocada pela aparência inofensiva de uma pistola de água na cor verde.

Em comunicado sobre a alteração, a rede social afirmou que a ideia é trazer mais consistência entre a plataforma e outros serviços online. Além disso, claro, o objetivo é reduzir a eficácia de discursos violentos e ameaças feitas pela plataforma – uma bravata do tipo, acompanhada da imagem de uma arminha infantil, deve ter seu efeito psicológico reduzido, principalmente enquanto medidas de moderação e restrição de conteúdo não são aplicadas.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

No Twitter, emoji de revólver foi trocado por uma inofensiva pistola de água (Imagem: Divulgação/Twitter)

Foi justamente essa a ideia, também, da Apple, que, em 2016, liderou a onda de substituição do emoji de revólver, uma iniciativa que foi encarada, na época, como um posicionamento político. A mensagem, entretanto, era clara – nos dispositivos da empresa, não havia lugar para uma imagem de violência, principalmente em um país como os EUA, que tem sofrido quase que semanalmente com atentados e tiroteios.

Outros nomes da indústria, como Samsung e WhatsApp, seguiram essas tendências. Além disso, a própria Maçã também voltou a se posicionar publicamente sobre a questão quando se opôs à adição de um emoji de rifle de assalto. A Unicode, entidade que regula a comunicação pictorial na internet, atendeu aos clamores e removeu a sugestão de sua lista de propostas para o futuro.

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.