Twitter revela seu calendário de ações para combater assédio e discursos de ódio

Por Redação | 20 de Outubro de 2017 às 13h09
Tudo sobre

Twitter

Os problemas causados como consequência de assédios e discursos de ódio disseminados pelas redes sociais não estão sendo ignorados pelas companhias que geram as plataformas. Prova disso é o novo calendário de ações que o Twitter acaba de divulgar, justamente para combater a atividade de abusadores e trollagens na rede de microblogging.

As primeiras ações passam a valer até o final do mês de outubro, coibindo publicações com divulgação de fotos íntimas sem consentimento, bem como um novo sistema de solicitação de suspensão de perfis abusadores. Contudo, quem tiver sua conta suspensa poderá pedir uma revisão de seu caso. Já caso a suspensão seja devida, o Twitter fornecerá àquele usuário todas as informações sobre o processo.

No mês que vem, a rede social começará a ensinar suas regras para os trolls, notificando-os por e-mail, além de desfocar imagens consideradas inadequadas, como aquelas que replicam símbolos de grupos extremistas e de ódio. Além disso, conversas com teor sexual em que uma das partes não esteja nitidamente a fim daquele tipo de papo também podem sofrer interrupções, e o Twitter aumentará seus critérios para definir o que pode ser considerado como spam.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Já em dezembro e janeiro, a empresa começará a proibir publicações que enaltecem atos violentos, a fim de reduzir a propagação do discurso de ódio na rede. Por fim, o Twitter ampliará ses sistema que ouve testemunhas de denúncias para todos os usuários da plataforma.

Confira o calendário completo (em inglês):

Fonte: Twitter

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.