Twitter quer tornar Olimpíadas o maior evento da história para a rede social

Por Rafael Romer | 19 de Abril de 2016 às 16h56
photo_camera Divulgação/Gabriel Quintão

Ano a ano, o Twitter vem fortalecendo sua estratégia de mídia por meio de novas parcerias e iniciativas com marcas e empresas dentro da plataforma. E não é nenhuma surpresa que neste ano, o maior potencial de expansão de alcance para a rede social esteja nas Olimpíadas do Rio de Janeiro, que começam em agosto.

A meta é ambiciosa: o serviço de microblog quer ultrapassar as 672 milhões de interações registradas durante a Copa do Mundo de 2014 e tornar o Rio 2016 o evento mais tweetado da história; e de quebra, é claro, tentar consolidar o serviço como a principal plataforma tanto de segunda tela, para usuários ficarem ligados nas novidades do evento, quanto para atletas, grupos de mídia e o Comitê Olímpico divulgarem suas informações e postagens.

"A Copa foi o momento em que a gente conseguiu começar a mostrar ao mercado qual era o poder do Twitter enquanto plataforma", comentou o vice-presidente do Twitter para América Latina, Guilherme Ribenboim. "Quando a gente olha para as Olimpíadas, estamos muito mais bem preparados do que estávamos há dois anos e a oportunidade de transformar a experiência da plataforma para o usuários e para os anunciantes é muito mais poderosa".

A empresa não revela números das expectativas de crescimento com o evento, mas estima registrar um aumento de três dígitos na receita da companhia no Brasil até o terceiro trimestre deste ano. No ano passado, o Twitter registrou 139% de crescimento de receita no terceiro trimestre, em relação ao mesmo período de 2014 — resultado puxado principalmente pelo avanço do consumo de conteúdo em dispositivos mobile e de algumas parcerias comerciais já antecipando as Olimpíadas deste ano.

Apesar de a estratégia estar alinhada aos planos globais da empresa, os usuários brasileiros deverão ser essenciais para garantir o sucesso do plano da rede social. O Brasil é hoje o quinto principal mercado do mundo para o Twitter e cerca de 80% dos usuários se engajam de alguma forma com esportes dentro da plataforma — seja seguindo atletas, equipes esportivas ou acompanhando a mídia especializada.

Para engajar esses usuários nacionais e internacionais, a companhia já antecipou algumas das ações virtuais e físicas que deverão ser implementadas durante os jogos. Um dos planos, por exemplo, é espalhar projeções ao ar livre em pontos estratégicos da cidade do Rio de Janeiro para divulgar os tuítes mais populares sobre o evento; também haverá emojis comemorativos para as hashtags #rio2016 e #cidademaravilhosa, além de uma hashtag (ainda não definida) que usuários poderão utilizar para consultar o painel de medalhas em tempo real.

Na próxima semana, a rede social também deverá lançar uma nova plataforma voltada para marcas e agências acompanharem informações sobre as Olimpíadas em tempo real. A ideia é que a ferramenta funcione como um dashboard aberto, fornecendo informações e dados de hashtags e posts mais populares, além de temas em trending topics e monitoramento de postagens de outras marcas dentro do serviço.

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.