Twitter está testando ferramenta para esconder respostas de threads

Por Felipe Demartini | 28 de Fevereiro de 2019 às 15h15
Tudo sobre

Twitter

Saiba tudo sobre Twitter

Ver mais

O Twitter parece estar testando uma ferramenta que permite aos criadores de threads esconderem respostas da visão geral do público. A novidade apareceu por meio de engenharia reversa na versão mobile da rede social e adiciona uma função manual para ocultar postagens, enquanto outros usuários podem optar diretamente por exibir as publicações escondidas.

O recurso foi revelado por Jane Manchun Wong na própria rede social. Reconhecida por realizar esse tipo de trabalho em novas versões de software, a especialista em segurança mostrou em imagens como o recurso deve funcionar. Ele ainda não está disponível para os usuários, mas já funcionaria de maneira adequada, o que pode indicar uma liberação próxima.

A notícia, entretanto, gerou críticas. Enquanto a ideia mais veloz a se ter sobre o assunto está relacionada à possibilidade de silenciar trolls ou mensagens criadas para gerar ruído no discurso, outros argumentam que a funcionalidade também quebra a liberdade de expressão, uma vez que pode ser utilizada para suprimir visões contrárias.

Um exemplo possível é a publicação de uma thread por um político que, eventualmente, infle números ou use de informações falsas ao falar sobre um ponto. Por padrão, as publicações escondidas permanecem como tal para todos, com apenas uma atitude manual e individual sendo capaz de reverter isso. Potencialmente, respostas que contenham checagens de fatos ou informações contraditórias podem acabar caindo na obscuridade.

Mesmo sem ter afiliação ao Twitter, Wong argumentou que o recurso não exclui as mensagens da plataforma nem mesmo as marca como problemáticas, mas admitiu que elas podem, sim, sere deixadas de lado em uma discussão. A especialista, por outro lado, confia na atitude dos usuários engajados em discussões políticas e cita o fato que o ocultamento de publicações contrárias também pode soar mal para os próprios responsáveis por isso, já que se trata de um caminho fácil de se enxergar.

A rede social, entretanto, não se pronunciou oficialmente sobre o assunto nem revelou oficialmente o recurso. A medida seria parte de um esforço em andamento para combater a proliferação de fake news e robôs na plataforma, bem como atacar iniciativas de manipulação para fins políticos.

Fonte: Jane Manchun Wong (Twitter)

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.