Twitter está suspendendo contas de búlgaros apenas por tweetarem em cirílico

Por Ares Saturno | 22 de Maio de 2018 às 18h21
Alex Castro / The Verge
Tudo sobre

Twitter

Há uma semana, o Twitter anunciou que caçaria de forma mais agressiva os trolls que fazem com que a rede social seja um ambiente menos saudável e prejudicam a comunicação. Utilizando o aprendizado de máquina aliado à revisão humana, uma maior ação de moderação dos conteúdos entrou em vigor.

O problema é que alguns dos conteúdos filtrados estão trazendo transtornos para usuários da Bulgária, que tiveram suas contas suspensas após publicarem textos utilizando o alfabeto cirílico. Não há uma metodologia transparente sobre o que leva uma conta ser suspensa no Twitter, porém os usuários notaram que há grandes probabilidades de intervenção por parte da rede social caso algum perfil importante seja citado, como por exemplo o @YouTube, em uma postagem escrita em cirílico. As chances de ter sua conta suspensa também aumentam se você responder em cirílico a alguma publicação desse tipo, mesmo que a postagem inicial não seja marcada como suspeita.

Segundo o usuário @mtracey, que publicou uma imagem sobre os critérios utilizados pela equipe do Twitter para estabelecer as possibilidades de uma conta ser relacionada ao governo russo, basta conter caracteres cirílicos em seu nome de usuário ou mesmo tweetar em russo faz com que sua conta possa ser suspensa. Veja a reprodução do tweet de @mtracey abaixo:

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

A intervenção afligiu mesmo os usuários que tinham contas antigas, datadas de 2009, e alguns deles com grande número de seguidores. Apesar de as contas suspensas serem razoavelmente fáceis de recuperar, os usuários assinalados como suspeitos são tratados como párias digitais, tendo limitações para responder a publicações ou mesmo enviar notificações a outros usuários.

O alfabeto cirílico

Também conhecido como azbuka, o alfabeto cirílico é utilizado em seis diferentes línguas eslavas: o bielorusso, o búlgaro, o macedônio, o russo, o ucraniano e o sérvio. Com a entrada da Bulgária na União Europeia em janeiro de 2017, o cirílico se somou aos alfabetos latino e grego como alfabeto oficial da UE. Ele foi desenvolvido e difundido com o intuito de transcrever a bíblia para as línguas eslavas ainda no Primeiro Império Búlgaro, razão pela qual algumas pessoas acreditam que ele deveria ser conhecido como o alfabeto búlgaro.

Alfabeto cirílico (Imagem: Wikipedia)

Em um comunicado ao The Verge, o Twitter disse o seguinte: "Estamos analisando esse problema e tomaremos todas as medidas necessárias para resolvê-lo, continuando a tomar medidas para aplicar nossos termos de serviço e combater redes maliciosas de spam e automação".

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.