Twitter e Centro de Valorização da Vida firmam parceria para prevenir suicídios

Por Rafael Arbulu | 11 de Setembro de 2018 às 12h25
Tudo sobre

Twitter

O Twitter anunciou uma parceria com o Centro de Valorização da Vida (CVV) para atuarem no fomento à discussão e prestação de auxílio a pessoas que estejam em risco de cometer suicídio. O anúncio vem no acompanhamento do Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio, que ocorreu nesta segunda-feira, dia 10 de setembro.

Entre as ações previstas pela parceria estão a criação da hashtag “#ExisteAjuda”, um serviço de notificação que incentivará a discussão do tema entre os usuários e especialistas presentes na rede social, bem como auxílio àqueles que são suspeitos de cometerem atos contra a própria saúde ou vida (além do suicídio em si, também são contemplados na parceria atos de automutilação e expressões físicas de depressão). A ideia é exibir, logo no primeiro resultado de uma busca pelo tema, uma mensagem de incentivo para que o usuário busque ajuda, listando também os contatos do CVV.

Parceria entre Twitter e Centro de Valorização à Vida busca ajudar pessoas predispostas a cometer suicídio (Imagem: Divulgação/Twitter)

Mais além, a ação, que é global e inclui países como Alemanha, Austrália, China (Hong Kong), Espanha, Irlanda e Reino Unido, também criará um emoji de laço, que simboliza o mês de prevenção ao suicídio, que, no Brasil, ficou conhecido como “Setembro Amarelo”. Durante os dias 7 e 16 de setembro, o emoji ficará visível em tuítes publicados com as hashtags “#DiaMundialDaPrevençãoDoSuicídio”, “#PrevençãoDoSuicídio”, “#SetembroAmarelo” e “#WSPD2018”.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

“O Twitter tem demonstrado preocupação e envolvimento com a causa da prevenção do suicídio no Brasil, dando exemplo para outras organizações”, explica Adriana Rizzo, voluntária e porta-voz do CVV. “O #ExisteAjuda deve acrescentar ainda mais nesse sentido, fazendo o CVV chegar próximo a pessoas que talvez desconhecessem o serviço, ou mesmo nem pensassem ser possível pedir ajuda para evitar o suicídio. São mais de 30 brasileiros mortos diariamente vítimas do suicídio, o que demonstra que ações como esta são urgentes e necessárias. O CVV atua gratuita e voluntariamente há 56 anos, e sabemos muito bem que quebrar os tabus em relação ao suicídio exige coragem e força de vontade”

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.