Twitter demite 9% de seus funcionários após resultados financeiros positivos

Por Redação | 27.10.2016 às 10:29
photo_camera Divulgação

O Twitter apresentou, na manhã desta quinta-feira (27), números ligeiramente positivos em seu mais recente relatório financeiro e superou as expectativas até mesmo de Wall Street.

Ao todo, a rede de microblogs disse ter conseguido ganhar 13 centavos de dólar por ação e uma receita de US$ 616 milhões. Além disso, o número de usuários ativos na plataforma também saltou de 313 milhões para 317 milhões. Os números são superiores às estimativas de analistas de mercado, que esperavam por ganhos de 9 centavos de dólar por ação, uma receita de US$ 606 milhões e 315 milhões de usuários ativos.

Embora não seja lá tão surpreendente, o relatório foi suficiente para deixar os executivos do Twitter aliviados e foi bem recebido pelo mercado financeiro. No momento em que esta notícia é escrita, as ações têm projeção de operar em alta de 3,5% no pregão de hoje após praticamente um ano inteiro de quedas.

Reestruturação e demissões

Apesar do desempenho positivo no último trimestre, o Twitter pretende dar continuidade ao seu processo de reestruturação. Para isso, a empresa anunciou a demissão de cerca de 9% do seu quadro de funcionários.

A degola afeta principalmente o setor de vendas da empresa, que agora "deixará de contar com três canais e passará para apenas dois". Os setores de marketing e parcerias também serão afetados pela rodada de dispensas.

O movimento faz parte da estratégia do Twitter de enxugar seu quadro de funcionários e cortar custos com salários. Dessa maneira, a corporação espera pelo menos manter o ritmo de crescimento apresentado no último trimestre e deixar seus investidores satisfeitos.

Via TechCrunch