Twitter começa a exibir anúncios interativos no celular

Por Redação | 07 de Janeiro de 2016 às 09h04
photo_camera Divulgação

Em mais um esforço para se monetizar e tornar-se mais interessante para os anunciantes, o Twitter está começando a exibir anúncios interativos para os usuários nos Estados Unidos. A ideia é fazer com que os usuários participem da conversa, seja votando em enquetes ou fazendo escolhas a partir das publicações das marcas, o que faz com que eles se sintam incluídos e também levem as mensagens dos patrocinadores para seus seguidores.

O conceito usado é o de “chamada para ação”, no qual a propaganda faz algum tipo de pergunta e espera uma resposta por parte dos usuários. Um dos exemplos é o anúncio do The Barista Bar, uma cafeteria gourmet de San Francisco, que pede aos usuários que escolham o melhor blend de café disponível na loja. Ao clicar em uma opção, é possível publicar uma mensagem no próprio perfil indicando a seleção ao lado de um vídeo promocional e, claro, a arroba do estabelecimento.

Twitter Conversational Ads

O Twitter também quer facilitar a maneira como os usuários compartilham as propagandas com os seus amigos. Ao ver algo que pode ser de interesse de um conhecido, por exemplo, o usuário pode criar sua própria mensagem em cima do anúncio ao invés de simplesmente replicá-lo ou usar o sistema de replies para marcar alguém. Além disso, a indicação da rede social é que as companhias fiquem de olho no engajamento e também conversem com os potenciais clientes, aumentando ainda mais a sensação de pertencimento deles.

Por enquanto, a função está em fase de testes e foi aberta a anunciantes parceiros apenas em regiões selecionadas dos Estados Unidos e somente no iPhone. Como toda novidade relacionada à publicidade no Twitter, ela deve chegar inicialmente aos celulares, aparecendo apenas depois em sua versão web, uma vez que recai sobre o mobile o grande foco atual da companhia.

É mais uma tentativa do Twitter de se livrar dos problemas que há meses vêm causando a desconfiança de investidores e analistas do mercado. A abertura de capital da empresa, por exemplo, foi considerada prematura e a dificuldade em ganhar um número significativo de usuários também tem sido vista como um grave problema para manter a rede social em um patamar de lucratividade.

Fonte: Twitter

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.