Twitter anuncia que vai banir publicidade relacionada a criptomoedas emergentes

Por Ares Saturno | 27 de Março de 2018 às 08h05
Tudo sobre

Twitter

De acordo com as previsões que anunciamos há alguns dias, o Twitter vai dar início ao bloqueio de anúncios relativos a criptomoedas nesta terça-feira (27), segundo o que a rede social confirmou ao site The Verge.

A decisão acompanha o que outras empresas já haviam feito, como Reddit, Facebook e Google, mais recentemente. "Nós estamos comprometidos em garantir a segurança da comunidade do Twitter. Assim, nós adicionamos uma nova política para anúncios no Twitter relacionados a criptomoedas", disse uma nota da rede social. "Sob essa nova política, as publicidades sobre ICOs e venda de tokens serão globalmente proibidas".

Os rumores que o Twitter tomaria essa decisão começaram quando, no início do mês, contas foram removidas da rede social por usarem a imagem de figuras célebres, como Elon Musk e Vitalik Buterin, sem prévia autorização dos mesmos, para dar credibilidade a anúncios de exchanges e outros produtos relacionados a moedas digitais.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

As mudanças adotadas entrarão em vigor a partir de amanhã. "A nova política será completamente reforçada entre os anunciantes dentro de um mês", segundo o que a rede social publicou. Todas as ofertas relacionadas a ICOs e vendas de novas moedas serão banidas e apenas algumas propagandas referentes a criptomoedas já estabelecidas e serviços de carteiras digitais reconhecidamente seguras permanecerão.

No entanto, nem todos estão certos de que as mudanças adotadas pelas redes sociais em banir esse tipo de publicidade terão um impacto significativo na diminuição de golpes envolvendo moedas digitais emergentes. A SimilarWeb, uma agência especializada em pesquisar o tráfego na rede, anunciou que menos de 1% dos acessos a sites de exchanges vêm de publicidade paga.

Fonte: The Verge

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.