Twitter anuncia novas ferramentas de combate ao abuso online

Por Redação | 15.11.2016 às 21:55

O Twitter anunciou novas ferramentas para tentar ajudar os usuários a lidar com mensagens abusivas e conteúdo agressivo na plataforma. As melhorias divulgadas nesta terça-feira (15) são focadas em três áreas: controles, formas de denúncia e aplicação das regras.

Uma das novas funcionalidades possibilitará que palavras, frases, nomes de usuários, emojis e hashtags indesejadas não apareçam mais nas notificações do usuário. Basta ativar o recurso nas configurações de notificações para que os tweets com os termos silenciados deixem de ser notificados. Além disso, é possível deixar de ser avisado sobre novos tweets de uma conversa específica, ativando esta opção diretamente a partir de um tweet referente à conversa indesejada.

Além disso, o Twitter também anunciou mudanças na política relacionada à conduta de ódio na plataforma. O usuário tem agora uma maneira mais direta de comunicar comportamentos abusivos em relação a si mesmo ou a terceiros. Isso vai melhorar a capacidade do Twitter de processar essas denúncias, o que ajuda a reduzir a pressão sobre a vítima do abuso, e fortalecer uma cultura de apoio coletivo na plataforma.

A política de conduta de ódio na plataforma proíbe o comportamento que ameace ou ataque pessoas com base em raça, etnia, nacionalidade, orientação sexual, gênero, identidade de gênero, religião, idade, deficiência ou doença.

"A quantidade de abuso, bullying e assédio que temos visto na internet como um todo tem crescido de forma acentuada nos últimos anos. Esse comportamento inibe as pessoas de interagir no Twitter ou em qualquer outra plataforma", explica o Twitter por meio do seu blog. "A conduta abusiva tira a chance de ver e compartilhar todas as perspectivas em relação a um assunto, o que acreditamos ser fundamental para avançar coletivamente. Nos piores casos, esse tipo de conduta ameaça a dignidade humana, um valor que devemos proteger em conjunto."

Fonte: Twitter